fbpx
17 C
Conselheiro Lafaiete
quarta-feira, 25 novembro 2020
Início Política Candidato em Lamim tem o registro indeferido, mas segue na disputa;...

Candidato em Lamim tem o registro indeferido, mas segue na disputa; adversário comemora

Uma nova decisão judicial agita o clima eleitoral em Lamim. O juiz eleitoral Paulo Roberto da Silva indeferiu o Requerimento de Registro de Candidatura do candidato a prefeito de Lamim, Roberto Sávio Nogueira Reis, mas conhecido como Roberto do Juca (PP).

A determinação ocorre após o promotor de Justiça Edgard Augusto Alves Santos ter juntado aos autos de um processo, o fato de o candidato ter sido condenado, definitivamente, pela prática do crime do art. 38, da Lei nº 9.605/1998, espécie do gênero crime contra o meio ambiente. Conforme o representante do Ministério Público, a condenação criminal desperta impedimento à candidatura.

Roberto do Juca, apesar da decisão do Juiz Eleitoral, segue com sua candidatura

Devidamente citado, o candidato apresentou defesa, argumentando que ocorreu a condenação definitiva com aplicação de pena restritiva de direito, já devidamente cumprida. Além disso, alegou a ocorrência de prescrição da pretensão punitiva retroativa. De tal forma, requereu o reconhecimento pela Justiça Eleitoral da perda da pretensão punitiva para tão somente afastar eventual causa de inelegibilidade, afastando a incidência da súmula 58 do TSE.

Por fim, requereu o reconhecimento da baixa ofensividade do delito imputado no juízo criminal, em razão da previsão legal de pena alternativa de multa e, por consequência, a aplicação da hipótese de exceção prevista no art. 1, §4º, da LC 64/90. Na decisão, entretanto, o juiz não acatou as argumentações da defesa. 

Candidatura segue normalmente

Em áudios vazados, o advogado de Roberto, Bruno Madeira informou que a defesa já trabalhava com a hipótese de que o registro pudesse ser indeferido na decisão inicial, mas ressaltou que acredita que a questão será levada ao TRE, em Belo Horizonte, ou no Tribunal Superior Eleitoral. Ele ressaltou que como não haverá tempo para um julgamento, Roberto permanecerá candidato e concorrerá sub judice. “A campanha continua normalmente. Essa é uma questão recorrente no Brasil de candidaturas que esperam uma resposta da justiça em relação aos recursos”, afirmou, reforçando que no caso do Roberto, trata-se de uma simples infração ambiental e que o crime está previsto.

Comemoração

Ontem (21) à tarde, logo após a divulgação da decisão de primeira instância, os correligionários e apoiadores grupo do atual prefeito, Marco Antônio Assis (Cidadania), o Marcão, foram às ruas com uma carreata provocando o adversário. Marcão concorre a reeleição.

Leia mais:

Mais lidas

Tragédia: mulher morre atropelada por ônibus empreiteira da Gerdau

Uma tragédia ocorrida na noite deste sábado (21). Eram por volta das 11:30 horas, quando uma mulher, de 37 anos, Rosemeire...

Tragédia: jovem é encontrado morto com corpo em decomposição

Noite de sexta-feira (20), por volta de 20:00 horas, as equipes de bombeiros de São João del-rei foram acionadas a comparecer...

Lafaiete registra grave acidente entre carreta e locomotiva

Uma carreta e locomotiva da MRS se envolveram em um acidente agora há pouco em Gagé travando o trânsito na localidade.Ainda não...

Defesa Civil faz comunicado.

A Defesa Civil de Conselheiro Lafaiete informa que em conjunto com a SecretariaMunicipal de Obras, fará intervenção estrutural em uma ponte situada...