Gerdau vai paralisar parte da produção, incluindo o alto-forno 2 de Ouro Branco

65

A Gerdau anunciou que vai paralisar algumas unidades de produção em sua planta de Ouro Branco, Minas Gerais. A medida se deve à crise provocada pela pandemia do novo coronavírus (covid-19), que reduziu a demanda dos setores da indústria e construção civil por seus produtos, como explica um comunicado divulgado nesta tarde de sexta-feira.
A paralisação atingirá diferentes aciarias elétricas (unidades de uma siderúrgica que transforma o ferro em outros produtos) e a produção de laminações de aços longos e se estenderá pelo mês de abril. Além do Brasil, haverá também paradas programadas em suas diferentes aciarias elétricas e laminações de aços especiais nos Estados Unidos, em abril. A decisão foi tomada considerando o nível de estoque existente e a demanda solicitada por cada cliente.

A companhia também vai parar as atividades do alto-forno 2 de Ouro Branco (MG), que possui uma capacidade instalada de 1,5 milhão de toneladas anuais. O alto-forno 1, que também fica em Ouro Branco e tem capacidade de produzir 3 milhões de toneladas anuais, segue operando normalmente. As usinas da Gerdau na América do Norte também seguem operando, mas os níveis de produção serão ajustados ao longo de abril conforme ocorrer redução de demanda nos setores de construção civil e indústria. Já as operações no Peru e na Argentina seguem totalmente suspensas, devido às decisões tomadas pelos governos. “Em todas as nossas unidades, quando necessário, estamos optando por férias coletivas aos nossos colaboradores e mantendo o abastecimento de produtos para nossos clientes conforme necessidades específicas, dentro das condições de segurança recomendadas pelas autoridades sanitárias”, diz trecho do comunicado. (Esta reportagem foi publicada originalmente no Valor PRO, serviço de informações e notícias em tempo real do Valor Econômico) (Vertentes Online)