fbpx
17 C
Conselheiro Lafaiete
quarta-feira, 25 novembro 2020
Início Colunistas Garimpando GARIMPANDO NOTÍCIAS 56

GARIMPANDO NOTÍCIAS 56

GARIMPANDO NO ARQUIVO JAIR NORONHA

Avelina Maria Noronha de Almeida

[email protected]

O BARÃO DE RIFAINA – VICENTE DE PAULA VIEIRA

“É notória, também, a luta do Barão pela obtenção de novos acessos rodoviários e fluviais em outras regiões, reivindicando estradas e pontes. Através dele, foram abertos inúmeros portos no rio Grande, visando ao intercâmbio comercial com outras regiões.”

           O BARÃO DE RIFAINA – VICENTE DE PAULA VIEIRA, importante figura no Triângulo Mineiro, era filho de Pacífico Augusto Vieira. Pacífico doou o terreno para a construção do Grupo Escolar Pacífico Vieira, em tempos de Queluz, situado na rua Wenceslau Braz, no Bairro São Sebastião.

  ESCOLA ESTADUAL “PACÍFICO Vieira”

VICENTE DE PAULA VIEIRA recebeu o título de BARÃO por decreto imperial de 11 de setembro 1888.

Para localizar os laços de parentesco em nossa cidade, vejam a genealogia do avô do Barão de Rifaina, que tem ligação com várias famílias de nossa cidade. Além da família Vieira, o Barão tem primos nas famílias Leão, Dias de Souza, Albino Cyrino, Noronha, entre outras.  Achei estes dados no testamento de SEVERINO JOSÉ VIEIRA, da Fazenda do Pequeri, escrito em 1862. Ele era casado com MARIA ANTÔNIA DE LIMA. Filhos do casal:

1.      Candida Carolina de Jesus, casada com Florentino Moreira de Souza.

2.        José Augusto Vieira (genealogia da localidade dos Violeiros).

3.      Pacífico Augusto Vieira, casado com Antônia Francisca de Sales, pais do Barão de Rifaina.

4.      Maria Cândida.

5.      Laurindo Henriques Vieira.

6.      Benjamim Augusto Vieira.

7.      Antônia, casada com Antônio Ferreira Aleixo.

         O Barão de Rifaina era casado com Maria José da Conceição, filha de Manuel Joaquim de Sant’Ana e de Maria José da Conceição. Tiveram nove filhos. Foi PRESIDENTE DA CÂMARA E AGENTE DO EXECUTIVO 1887 a 1890. Barão da Rifaina era natural de Queluz de Minas, chegou ao Desemboque como professor. Mais tarde, em Sacramento, como comerciante, tornou-se grande proprietário de terras, além de um dos prestigiosos chefes políticos, como representante do Partido Conservador. Nessa época, foi agente do Executivo, presidente da Câmara Municipal e deputado na Assembléia Legislativa da Província de Minas Gerais, onde chegou a tomar parte da Mesa Administrativa, no cargo de primeiro secretário. Graças ao seu esforço político, em dia 27 de abril de 1891, instalou-se festivamente a ‘Comarca de Sacramento.”

         Uma informação da Internet:

          “É notória, também, a luta do Barão pela obtenção de novos acessos rodoviários e fluviais em outra regiões, reivindicando estradas e pontes. Através dele, foram abertos inúmeros portos no rio Grande, visando ao intercâmbio comercial com outras regiões.”

Foi deputado na Assembleia Legislativa da província de Minas Gerais e residiu quase sempre no município de Sacramento em Minas Gerais..

         Mais informações no site www.angelfire.com › biz2 › castilho › familiaFAMÍLIAS RODRIGUES DA CUNHA MATTOS, MARTINS … ::

RIFAINA/Imagem da Internet

                                   

“A cidade de Rifaina (SP), antigo Arraial do Cervo, surgiu da povoação de Santo Antonio da Rifaina. Em 13 de maio de 1865, José Francisco de Paula Silveira e família fizeram a doação dos terrenos que constituíram, hoje, o patrimônio da cidade. Foi elevada a município no dia 21 de dezembro de 1921. O nome Rifaina, de origem tupi-guarani, significa “Caminho do Porto Rico. […] A vila de Sacramento, recebeu a partir de 1876, a designação de cidade, pela Lei Provincial 2216, de 03 de junho do mesmo ano; e Vicente de Paula Vieira teve grande atuação no processo da sua emancipação política, contribuindo inclusive, para a conclusão do Paço Municipal e a construção da cadeia pública. Foi presidente da Câmara Municipal; e nessa condição, como vereador mais votado, exerceu também, cumulativamente, a função executiva; pois não havia então, a figura do prefeito.”, que só passou a existir em 1930.

VICENTE DE PAULA VIEIRA, O BARÃO DE RIFÂNIA, SOUBE HONRAR O NOME DE SUA CIDADE NATAL, A NOSSA QUERIDA QUELUZ!

Mais lidas

Tragédia: mulher morre atropelada por ônibus empreiteira da Gerdau

Uma tragédia ocorrida na noite deste sábado (21). Eram por volta das 11:30 horas, quando uma mulher, de 37 anos, Rosemeire...

Tragédia: jovem é encontrado morto com corpo em decomposição

Noite de sexta-feira (20), por volta de 20:00 horas, as equipes de bombeiros de São João del-rei foram acionadas a comparecer...

Lafaiete registra grave acidente entre carreta e locomotiva

Uma carreta e locomotiva da MRS se envolveram em um acidente agora há pouco em Gagé travando o trânsito na localidade.Ainda não...

Defesa Civil faz comunicado.

A Defesa Civil de Conselheiro Lafaiete informa que em conjunto com a SecretariaMunicipal de Obras, fará intervenção estrutural em uma ponte situada...