fbpx
15.1 C
Conselheiro Lafaiete
quinta-feira, 25 fevereiro 2021
Início Nacional Diário da Covid-19: Na contramão da queda global, mortes sobem no Brasil

Diário da Covid-19: Na contramão da queda global, mortes sobem no Brasil

Os números globais da pandemia diminuíram significativamente em fevereiro, mas o Brasil está na contramão do processo da queda mundial das vítimas fatais da covid-19. A média móvel de infecções do novo coronavírus caiu cerca de 45% entre meados de janeiro e meados de fevereiro. Foi a primeira vez, desde o início da pandemia, que se registrou uma redução tão significativa. Nos EUA – o país com o maior número de casos – havia uma média móvel de quase 300 mil novos casos em meados de janeiro de 2021 e caiu para menos de 100 mil no dia 13 de fevereiro. A Índia – o segundo país com maior número acumulado de casos – tinha uma média móvel de 95 mil novos casos em meados de setembro de 2020 e caiu para 11 mil casos em 13/02. O Reino Unido que tinha média de 60 mil casos caiu para 15 mil em um mês. Até Portugal que passou por um tsunami de infecções em janeiro (saltou de 3 mil para 12 mil casos no primeiro mês de 2021) voltou a ficar na casa de 3 mil casos no dia 13/02.

A média móvel global de mortes também caiu, mas em menor proporção, passando de pouco mais de 14 mil óbitos diários no final de janeiro para cerca de 12 mil no dia 13 de fevereiro (redução de 16%). Desta forma, a queda tem sido ampla, geral e irrestrita e espera-se que o pior já tenha passado. Mesmo assim os números globais de 2021 assustam, pois nos primeiros 44 dias do ano ocorreram 25 milhões de novos casos e 573 mil vidas perdidas. Desta maneira, não dá para relaxar, pois ainda falta muito para o controle e a eliminação do surto pandêmico.

Contudo, no Brasil a queda no número de casos da covid-19 foi pequena e ainda houve um aumento na média de mortes diárias. Durante todo o mês de janeiro a média de infectados ficou acima de 50 mil casos e caiu para 45 mil casos diários em 13/02. Mas o número de óbitos se manteve em alto patamar. No dia 01/02 a média diária de mortes estava em 1.062 óbitos e subiu para 1.074 óbitos no dia 13/02 (a segunda maior já registrada em todo o período). O ritmo da pandemia no Brasil é preocupante, pois nos primeiros 44 dias do ano, houve 2,1 milhões de casos (média diária de 48,5 mil) e 43.583 vidas perdidas (média de 991 óbitos diários). No sábado de carnaval (13/02), 11 estados tinham tendência de alta, 10 estados com estabilidade e somente 5 apresentavam números em queda. O carnaval está proibido praticamente em todo o país, mesmo assim não se pode menosprezar as medidas de prevenção, especialmente diante das transgressões que podem ocorrer durante o período carnavalesco.

Mais lidas

21 após desaparecimento, idoso é encontrado enterrado perto de sua casa

Após de 21 dias de dor, angústia e sofrimento, foi localizado nesta manhã (6), por volta das 10:30, o corpo do...

Jovem é morta a pauladas e choca Capela Nova

O corpo de uma adolescente de 17 anos foi encontrado na manhã desta quarta feira, (20), próximo a comunidade do Melo, na...

Lafaiete e região recuam a onda vermelha e somente comércios essenciais podem funcionar

O cenário de pandemia exige cautela extra durante as celebrações de Natal. É este o alerta que o Governo de Minas faz à...

Tragédia: mulher morre atropelada por ônibus empreiteira da Gerdau

Uma tragédia ocorrida na noite deste sábado (21). Eram por volta das 11:30 horas, quando uma mulher, de 37 anos, Rosemeire...