De Redondo a Alto Maranhão: comunidade comemora 300 anos de fundação

143

Um pequeno Arraial que muito contribuiu, na história da região do Alto Paraopeba, fazendo parte, politicamente, principalmente, das cidades de Congonhas e Conselheiro Lafaiete.

Para celebrar 300 anos de fundação, o Distrito prepara um evento carregado de simbolismo. Ontem, dia 26, aconteceu a seresta. Hoje às 19 horas “Na noite de hoje – Espaço Celebrativo – Alto Maranhão”.
Participe, conosco, dessa grande festa com banda de música, folia de reis, dança, teatro e relato da pesquisadora Maria da Paz sobre a história local.

Data terá lançamento de selo dos Correios

Segundo alguns historiadores, o distrito de Alto Maranhão, inicia-se sua história, no marco do Caminho Velho, final do século XVII, com as primeiras povoações da região, trazidas pelo colonizador português Bartolomeu Bueno em 1691.

Dentre as primeiras povoações de Minas Gerais surge o Alto Maranhão,  em meados do século XVIII. Os bandeirantes fincam um cruzeiro no lugar onde denominam Arraial do Redondo, em referência aos irmãos portugueses José e João da Silva Redondo, famílias pioneiras que plantam suas raízes, nesse abençoado distrito. Tempo da busca, incansável, pela exploração aurífera.
Comemoram-se  os 300 anos, de Redondo à  Alto Maranhão, pelo fato de, na data  de  29 de março de 1718, ter sido expedida uma carta por Dom Pedro de Almeida, o Conde de Assumar, então governador de São Paulo Capitania das Minas do Ouro, informando de ter tomado ciência da autorização da Sesmaria, da qual consta a compra de um sítio no local por um dos irmãos (Escritos Anônimos de Évora, Portugal).