fbpx
21 C
Conselheiro Lafaiete
terça-feira, 13 abril 2021
Início Cultura Classe contesta promoção de evento em prol da classe musical

Classe contesta promoção de evento em prol da classe musical

NOTA DE ESCLARECIMENTO – #PQNÃOEU

Nesse último domingo, dia 22 de novembro, houve denúncia sobre um evento com aglomeração em propriedade particular no bairro Arcádia em Lafaiete. Foi divulgado, que o evento aconteceu em prol da classe musical, sendo essa afirmação uma MENTIRA.

O evento foi organizado de forma irresponsável por uma única pessoa, que apesar de ser músico, NÃO representa o movimento em prol da volta responsável dos músicos à sua atividade, intitulado #PQNÃOEU .
Nosso movimento não apoia aglomeração de qualquer espécie em bares, eventos ou qualquer outro lugar. O movimento #PQNÃOEU propõe a volta dos músicos ao trabalho de forma consciente e responsável, seguindo protocolos e normas necessárias para mantermos a segurança de todos.

Existe uma classe de profissionais da música em nossa região muito atuante, que depende exclusivamente desse ofício para o seu sustento. Temos contas a pagar e família pra sustentar, somos profissionais sérios que estão a mais de 7 meses sofrendo as consequências da paralização de nossas atividades.

Nas últimas semanas, representantes reais dessa classe estiveram em reunião com o Prefeito e Secretários da Cultura e Saúde, a fim de definir o protocolo correto para viabilizar uma volta às atividades de forma segura.
Não negamos a existência do vírus e sua capacidade de contágio, ao contrário, estamos dispostos a tomar os cuidados necessários para evitar o aumento de internações. É perfeitamente possível o músico retornar às suas atividades sem riscos, com o devido distanciamento do palco e todos os cuidados pertinentes. Dentro de um bar o músico já é normalmente a pessoa que se encontra mais afastada dos demais presentes durante a execução de seu ofício.
Cabe à população continuar tomando as precauções necessárias, evitando aglomerações e usando a máscara dentro dos estabelecimentos e cabe também aos proprietários dos estabelecimentos controlarem de forma rigorosa a sua lotação e o distanciamento das mesas, e ao poder público fiscalizar. Se essas normas simples não forem cumpridas, com música ou sem música os riscos serão os mesmos.
Somos profissionais, somos sérios, somos responsáveis, precisamos trabalhar e continuamos nos perguntando:

  • Se praticamente todas as outras classes profissionais já voltaram as atividades, #PQNÃOEU?

Ass: Músicos de Conselheiro Lafaiete. (Movimento #PQNÃOEU)

Mais lidas

Tudo fechado: região regride a onda roxa e só comércios essenciais funcionam a partir de sábado (13)

Medida restritiva vale por 15 dias Terminou agora há pouco a reunião reunião virtual entre prefeitos e secretários...

21 após desaparecimento, idoso é encontrado enterrado perto de sua casa

Após de 21 dias de dor, angústia e sofrimento, foi localizado nesta manhã (6), por volta das 10:30, o corpo do...

Jovem é morta a pauladas e choca Capela Nova

O corpo de uma adolescente de 17 anos foi encontrado na manhã desta quarta feira, (20), próximo a comunidade do Melo, na...

Lafaiete e região recuam a onda vermelha e somente comércios essenciais podem funcionar

O cenário de pandemia exige cautela extra durante as celebrações de Natal. É este o alerta que o Governo de Minas faz à...