Viva! Academia de Letras comemora 25 anos e prepara livro para comemorar data

Um viva às artes e às letras lafaietenses. A noite de ontem, dia 22, foi marcante para a cultura local quando uma solenidade ocorrida no histórico Solar do Barão de Suassuhy, comemorou o Jubileu de Prata da Academia de Ciências e Letras de Conselheiro Lafaiete (ACLCL). O evento fez parte do calendário dos 228 anos em que o antigo Arraial do Campo Alegre dos Carijós foi elevado a Vila. A data marca a emancipação do Município comemorada no dia 19 passado.

Placa comemorativa instalada no sobrado Barão de Suassui em comemoração aos 25 anos da ACLCL

A solenidade festiva condecorou com o diploma da Ordem dos Construtores do Progresso de Conselheiro Lafaiete a duas figuras marcantes de Lafaiete que contribuem pelo desenvolvimento humano e social da cidade, a educadora Marise Santana de Resende e o pintor Guilherme Schumacher (post mortem) galardão recebido por Daniel Schumacher, bisneto do alemão, radicado no Brasil, que emprestou seu talento nas pinturas da tri-centenária Matriz de Nossa Senhora da Conceição, símbolo máximo do

patrimônio histórico lafaietense.

A presidente emérita da ACLCL e madrinha dos poetas e escritores, a Acadêmica Avelina Noronha, fez uma bela saudação reforçando as qualidades ímpares dos dois agraciados e os valores de suas vidas dedicadas ao engrandecimento da cultura e da educação deste torrão natal.

Em seguida foram empossados os dois novos membros correspondentes da ACLCL, o escritor Artur Laizo, residente em Juiz de Fora – MG e o historiador Paulo Henrique de Lima Pereira, residente em Congonhas.

O Presidente da Academia de Letras, Moisés da Mota Silva, encerrou a solenidade com um discurso em que ressaltou e enalteceu a participação da instituição na vida cultural de Lafaiete e na formação cívica local.

Bolo comemorativo dos 25 anos da ACLCL

Ele relembrou a história da ACLCL ressaltando o papel do visionário jornalista Alberto Libânio na fundação da entidade. Moisés relembrou o Grêmio Estudantil Napoleão Reis, fundado em 1924, embrião do atual sodalício. O presidente fez saudações aos acadêmicos e presidentes eméritos, Avelina Noronha, Carlos Reinado e Douglas Henriques.

Um dos momentos mais emocionantes da solenidade foi quando Mota referenciou a importância do historiador, Acadêmico Allex Assis Milagre, falecido no ano de 2009, arrancando lágrimas do presidente em seu discurso.

Para finalizar, Moisés elogiou o acadêmico Geraldo Lafayette a frente da secretária municipal de cultura, a valorização do patrimônio histórico e abertura de bens como o Museu Ferroviário. Segundo Moisés, a cultura estava esvaziada e desprezadas nas gestões culturais anteriores.

Na confraternização, o escritor Carlos Reinaldo antecipou que a academia já prepara um livro para contar a saga dos 25 anos da entidade a ser lançado em breve.

No dia 20 de outubro, acontece no Clube Santa Cecília, o Baile comemorativo dos 25 aos da Academia de Ciências e Letras de Conselheiro Lafaiete.

 

 

 

Momento dos parabéns aos 25 anos da ACLCL

 

Homenageados com o Diploma da Ordem dos Construtores do Progresso

 

A educadora Marise Resende foi condecorada com o diplma da Ordem dos Construtores do Progresso

 

 

Daniel Shumacker recebeu Diploma da Ordem dos Construtores do Progresso

 

Os novos membros correspondentes da Academia de Letras e Ciências de Conselheiro Lafaiete

O médico Artur Laizo foi empossado como novo membro correspondente da ACLCL

 

 

O historiador congonhense, Paulo Henrique, foi empossado como novo membro correspondente da ACLCL
Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *