Vereador Pé Quente: a Marechal Floriano virou centro de drogas e prostituição e defende ação urgente na avenida

O Vereador João Paulo Pé Quente (DEM) usou a tribuna para cobrar uma ação rápida e incisiva sobre o caos social em que se transformou a Avenida Marechal Floriano. Um dos pontos comerciais pelo qual passam milhares de pessoas da região diariamente, a via virou caso de polícia e intervenção do poder público.

O Vereador João Paulo/CORREIO DE MINAS

Ao classificar a situação como “zona”, Pé Quente cobrou uma Força Tarefa na avenida envolvendo PM, Polícia Civil, Bombeiros, Conselho Tutelar e outros setores da saúde para resgatar a segurança e tranquilidade para promover o comércio.

Segundo Pé Quente, a Marechal Floriano foi dominada pelo tráfico e prostituição. “A situação é de calamidade social. A avenida se transformou em ponto de drogas e prostituição 24 horas. Os comerciantes não têm sossego. Senhores são abordados por mulheres constantemente e tráfico espalhou por toda a região. Fecham-se comércios e em seguida abrem-se novos bares vendendo bebida. Temos que tomar providências urgentes”, propões, afirmando que apresentará um requerimento em que vai pedir a mobilização do poder públicos e da força do sistema de segurança para restabelecer a ordem na avenida e resgatar a tranquilidade.

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *