Vereador denuncia falta de papel higiênico e falta de receita

Mais uma vez a precariedade dos imóveis que abrigam os Programas de Saúde da Família (PSF) foi alvo de críticas de denúncias na Câmara Municipal. Usando a Tribuna, ontem a noite, dia 21, o petista, Pedro Américo (PT) disparou contra a falta de produtos de custeio.

Segundo denúncia que recebeu em seu gabinete, o vereador alertou sobre a falta de papel higiênico como também não há água suficiente nos banheiros para os pacientes e funcionários que frequentam o PSF do Santa Efigênia.

Pedro também criticou a situação do PSF do Santa Matilde onde, segundo sua denúncia, não há bloco de receita azul, usado para receitas remédios contralados.

Pedro cobrou uma solução para os problemas que enfrentam os PSF. “Os recursos existem para financiar a atendimento básico, agora o que está faltando é gestão. Como fica um paciente que precisa da receita e não tem mais remédio? Vai ficar sem o medicamento? È um absurdo esta situação”, assinalou.

Nossa reportagem procurou a secretaria municipal de saúde sobre as denúncias. Ela reconheceu que falta produtos no PSF Santa Efigênia. Em relação ao PSF do Santa Matilde a denúncia do vereador não procede.

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *