Solidariedade e dignidade: andarilho reencontra família através de iniciativa exemplar e humana de taxista

A atenção de um taxista para com um mendigo resultou em uma bela história de reencontro familiar esta semana em Carandaí. De acordo com informações, um senhor de 63 anos, estaria há algumas semanas dormindo na rua e pedindo esmolas nas imediações do Pontilhão.
Na rotina do dia a dia, pessoas como este idoso acabam passando despercebidas pela população que a todo momento cumpre seus horários tornando mendigos e andarilhos em pessoas praticamente invisíveis aos olhos da sociedade.
Mas a atenção de um taxista que trabalha no ponto justamente onde o andarilho estava acabou mudando a vida dele e dando talvez uma nova oportunidade ao homem de recomeçar sua vida.
O taxista Anderson Moraes, mais conhecido como “jacarezinho” percebeu a presença do homem no bairro e decidiu dar um pouco de atenção a ele
Após encontrar no taxista um amigo, o idoso revelou que se chamava Sebastião de Souza e vinha sem rumo desde a cidade de Manhuaçu. Ele estava nas ruas há cerca de quatro anos vivendo de caridade das pessoas que encontrava pelos locais que passava.O taxista também descobriu que o homem tinha em sua terra natal duas filhas e dois irmãos.

O andarilho ganhou um novo  amigo e falou com o irão pelo telefone.

Ao saber um pouco mais sobre a vida deste homem, o taxista procurou nas redes sociais pessoas que poderiam ser de sua família e encontrou um de seus irmãos, que por chamada de vídeo pode ver o parente e dar a notícia aos familiares que Sebastião estava vivo e com um novo amigo cuidando dele há cerca de 300km de sua casa.
Após comunicar a família, o taxista avisou a assistência social do município que já entrou em contato com familiares e no momento aguarda as providências cabíveis, porém o idoso afirma não querer voltar para casa e a assistência social tenta uma solução juntamente com os familiares, uma vez que ele não pode ir contra a própria vontade.

  • Carandaí On Line
Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *