Secretários da região trataram do novo movimento pela BR-040 e a necessidade de investir em inovação

Secretários de Desenvolvimento Econômico das cidades da região têm compartilhado experiências e iniciativas na tentativa de diversificarem e fortalecerem a economia regional. Em reunião realizada, nesta quinta-feira, 25, no QG da Inovação, que está sendo montado pela Prefeitura, no bairro Rosário, Congonhas apresentou aos demais municípios a política de inovação e tecnologia que está sendo desenvolvida e abriu a possibilidade de intercâmbio entre as equipes das secretarias destas cidades. Um documento proposto por Ouro Branco e que visa a somar forças em favor da recuperação da BR-040 foi assinado pelos representantes dos municípios e será levado à próxima reunião da AMALPA e, em seguida, encaminhado a diversas esferas de poder.

Participaram da reunião em Congonhas o secretário de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Tecnologia da Prefeitura de Congonhas, Christian Souza Costa, o secretário de Administração e Desenvolvimento Econômico de Mariana, Júlio César Vasconcelos; o secretário de Desenvolvimento Econômico de Conselheiro Lafaiete, Rafael Lana; o secretário de Desenvolvimento Econômico de Itabirito, Antônio Neto de Avelar, acompanhado de outro representante da pasta, Reinaldo Francisco Araújo de Souza; e Aristides Araujo, analista técnico e Gestor de Projetos da Microrregional no Sebrae-MG.

Secretários de desenvolvimento econômico discutiram inovação e BR 040

O secretário de Congonhas explicou aos demais o motivo das mudanças ocorridas em sua pasta, que atualmente chama-se Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Tecnologia (SEDECIT). “Com uma nova visão de trabalho, o objetivo é o desenvolvimento das atividades econômicas que existem no Município e trabalhar a inovação e a tecnologia como prioridade, para que no futuro não haja tanta dependência do setor mineral, mas também para que sejam encontradas soluções que modernizem este setor, mantendo sua viabilidade por muito tempo. Esta política irá fornecer estímulos a fim de que alunos das escolas municipais, técnicas e de ensino superior instaladas na cidade criem empresas inovadoras, buscando novas tecnologias que apontem soluções para o mercado e ideias que se transformem em negócios. A pessoa pode já conseguir se tornar empresária ainda na faculdade. Iremos lançar editais com objetivo de selecionar projetos nestas instituições de ensino. Estamos equipando o QG da Inovação, que abrigará o Hub de Inovação, um laboratório da Rede Fab Lab, a Sala do Empreendedor e a Diretoria de Inovação, Tecnologia e Novos Negócios, sendo que esta já está instalada neste local. Aliás, esta Diretoria foi criada para responsável pelo desenvolvimento da Política Municipal de Estímulo ao Empreendedorismo Digital, de Startups, de Empresas de Inovação e Tecnologia, instituída pela Lei 3.713 de 20 de novembro de 2017. Já realizamos dois Fóruns de Negócios e alguns meetups. A Prefeitura coordena o ecossistema de inovação, composto ainda rede municipal de ensino, UFJS, CET, CSN, Gerdau, Vale, FIEMG e o SEBRAE, empreendedores, entre outros parceiros. No início, o Governo do Estado nos ajudou também. Agora queremos somar forças às cidades da região, por isso trouxemos o tema para este encontro, e houve grande aceitação por parte dos demais municípios”, contextualiza Christian.

BR-040

Duplicação da BR 040 foi defendida como medidas urgente para o crescimento da região

O vice-prefeito de Ouro Branco, Celso Vaz, apresentou um documento aos secretários que o assinaram e que tem o propósito de tornar o trecho da BR-040 compreendido entre Itabirito e Buarque de Macedo seguro e garanta o fluxo de transporte das riquezas que são geradas na região. “Esta é uma questão que está sendo esquecida pelo poder público. A rodovia foi privatizada, mas não atende às necessidades e aspirações da região, que vê a geração da sua riqueza ser subaproveitada, encarecendo de forma significativa os custos de toda a nossa produção. O objetivo deste documento é levar a preocupação dos secretários de nossas cidades a todos os órgãos e autoridades competentes como senadores, ministros, governo de Minas, para que o olhar dos órgãos competentes por cuidar da rodovia mude. Este descuido também gera mortes. Ao contrário, queremos uma estrada segura. Iremos à próxima reunião da AMALPA, marcada para o dia 10 de maio, em Queluzito, que receberá três senadores da República e entregaremos o documento a eles, mas iremos também ao governador do Estado e ao Governo Federal para fazer nossa reivindicação por uma BR-40 segura”, disse.

No encontro de do início de abril, em Conselheiro Lafaiete, os secretários de Desenvolvimento Econômico das cidades da região haviam tratado da relevância para o desenvolvimento regional de projetos desenvolvidos pelo Consórcio Público para o Desenvolvimento do Alto Paraopeba (CODAP), como o Serviço de Inspeção Regional (SIR) e o Centro de Referência em Agricultura Familiar (CRAF), além do novo edital de concessão da BR-040.

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *