Secretário de Saúde explica o atendimento na policlínica e fala de mudanças

Ontem, dia 26, nossa redação recebeu reclamações a demora no atendimento na policlínica municipal.

Funcionários utilizam os equipamentos adequados de EPI e EPC, para a higienização permanente do ambiente da policlínica

Prontamente o Secretário municipal de Saúde, Ricardo Souza, recebeu aos nossos questionamentos de que o plantão médico encontrava-se completo com 5 médicos com um dia de  muita demanda. Destes, 4 atendem a demanda do dia e 1 na reavaliação  de pacientes na ala de observação e na de emergência. Até às 10 horas haviam sido atendidos pelos médicos:2 pessoas classificadas na cor laranja;10 na cor amarela; 38 na cor verde/azul; 02 na cor branca. Totalizando 52 atendimentos. “Está é a apuração real dos fatos baseados nos números de atendimentos que podemos comprovar”, disse o Secretário.

Ele relatou que o novo ambiente de guarda da rouparia da Policlínica Municipal. Ricardo disse que também estão sendo utilizados os equipamentos adequados de EPI e EPC, para a higienização permanente do ambiente.

Novos médicos

Já foram convocados 6 novos médicos para recompor as equipes de Saúde da Família (ESF) que ficaram incompletas com desligamentos a pedido. “Isto, naturalmente, reduzirá a demanda de casos classificados nas cores azul e verde do Protocolo de Manchester, isto é, situações que são típicas da atenção de saúde básica”, informou Secretário.

Leia também:

http://www.correiodeminas.com.br/site/pacientes-voltam-a-reclamar-da-demora-no-atendimento-do-pronto-socorro/

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *