Recursos do rotativo e de multas financiam melhorias no trânsito de Lafaiete; viaduto passará por reforma de juntas e guarda corpos

O Secretário de defesa social Pedro Loureiro/CORREIO DE MINAS

Em maio de 2018 completa 2 anos de implantação e funcionamento do estacionamento rotativo digital em Lafaiete. Neste período, o Departamento Municipal de Trânsito e Tráfego (DMTT), ligado a Secretaria Municipal de Defesa Social, obteve uma nova dimensão de importância já que o Município gerencia, planeja, regulamenta, implanta e controla o trânsito de veículos e pedestres no perímetro urbano.

Se por um lado, ampliou as atribuições, por outro melhorou o poder de arrecadação. O planejamento geral do tráfego assim como a sinalização vertical e horizontal, tais como a execução de pintura viária, colocação de placas de sinalização, entre outras, são ações que o DMTT está financiando através dos recursos providos do registro e aplicação de multas aos condutores infratores e repasse de outorga da empresa que gerencia o estacionamento rotativo.  No total são 1,9 mil vagas existentes para a cobrança do rotativo.

A TI Mobile, responsável pelo gerenciamento do rotativo digital, repassa do valor arrecadado pelo pagamento do estacionamento rotativo uma autorga de 30,10%, sendo que este recurso proporciona ao DMTT capacidade financeira para planejar e custear seus próprios projetos.

 Em conformidade com o CTB (Código Brasileiro de Trânsito), o valor arrecadado com as multas será investido exclusivamente no sistema de trânsito municipal. “Estamos trabalhando para organizar nosso trânsito, com as ruas bem sinalizadas para os motoristas, realizando fiscalização, orientação de trânsito permanente”, avaliou o Secretário de Defesa Social, o delegado da reserva, Pedro Loureiro.

Segundo levantamento do DMTT feito a pedido da nossa reportagem apontou que em 2017 foram arrecadados através do pagamento as autorga do rotativo pouco mais de R$269 mil. Já o montante das multas aplicadas no ano passado o valor chegou a quase R$490 mil. Segundo Loureiro, o valor arrecadado está sendo aplicado em investimentos na melhoria do trânsito, realizando licitações que vão beneficiar a mobilidade urbana.

Viaduto passará por reforma e revitalização/CORREIO DE MINAS

A prefeitura realiza processos licitatórios para contratar uma empresa para a realização do serviço de sinalização viária horizontal, dispositivos auxiliares, serviço de conservação e manutenção das vias. Essa contratação possibilitará ao DMTT garantir a segurança nas vias públicas, bem como aquisição de placas de sinalização e reforma das placas do viaduto Duartina Nogueira de Resende.

Outra licitação concluída é a compra de peças para manutenção semafórica e a contratação de uma empresa para sincronizar o tempo de espera dos equipamentos, melhorando o fluxo do trânsito.

Nas principais entradas da cidade as pistas vão receber pintura resistente emborrachada com maior durabilidade. Nas principais vias urbanas, como Avenida Telésforo Cândido de Rezende, vão receber sinalização especial, principalmente em cruzamentos e travessias.

Viaduto

 A Prefeitura abriu processo de licitação para contratar uma empresa para realizar serviço de recuperação dos guarda corpos e substituição da junta de dilatação central do viaduto Duartina Nogueira de Resende

Jari e pátio

Hoje o DMTT conta com um órgão colegiado para o julgamento dos recursos interpostos contra as penalidades cometida pelos motoristas infratores. O departamento já está providenciando um convênio com o Estado para que o Município possa utilizar os pátios credenciados do DETRAN em Lafaiete para remoção e guarda de veículos rebocados, e firmar parceria com a Polícia Militar na  fiscalização do trânsito.

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *