Programação celebra nascimento de Aleijadinho

O Museu de Congonhas preparou um mês especial de atividades em homenagem ao nascimento, em 29 de agosto de 1730, do escultor e maior artista brasileiro de todos os tempos, Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho. Na programação bate-papo com Helvécio Ratton e Carlos Herculano Lopes, sob mediação de João Paulo Cunha (14/8). Abertura de exposição de Ricardo Cravão (20/8); e tem pocket show e conversa com Erasmo Carlos (21/8).

Neste mês de Aleijadinho, uma novidade é a intenção do ator Marcos Frota em montar um espetáculo sobre o escultor. Frota esteve em Congonhas, visitou o Santuário de Bom Jesus de Matosinhos, sítio histórico “Patrimônio Cultural Mundial”. Em seguida, após passar pelo Museu de Congonhas, anunciou: “Vou viver Aleijadinho no teatro”. A ideia é propor algo lúdico, um monólogo, revelando o artista às novas gerações. O desafio é grande. Só em Congonhas, Aleijadinho deixou um trabalho que impressiona. São 64 estátuas em tamanho natural, expostas nas capelas dos Passos da Paixão e os 12 Profetas. O ator já pensa em nomes para a peça. Algo como “Arte e Paixão” ou “Aleijadinho e seus Profetas”, numa tentativa de contribuir para o legado daquele que, todos os anos, dá o tom festivo à agenda cultural da “Cidade dos Profetas”.

 

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *