PROCON de Lafaiete comemora do Dia do Consumidor

Dia do consumidor/DIVULGAÇÃO

Hoje é comemorado o Dia Internacional do Consumidor e, neste ano, os PROCONS de todo o Brasil e a Secretaria Nacional do Consumidor – Senacon, estão engajados na divulgação da plataforma consumidor.gov.br.

O que é a plataforma consumidor.gov.br? consumidor.gov.br propõe a prestação de um serviço público, gratuito e que visa a resolução alternativa de conflitos de consumo, pela internet, a partir da ação integrada entre a Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça, Procons, Ministérios Públicos, Defensorias Públicas, Tribunais de Justiça e empresas participantes.

O foco da plataforma é promover a comunicação direta entre consumidores e fornecedores de produtos e serviços de consumo. A participação das empresas é voluntária e só é permitida àquelas que aderem formalmente ao serviço, mediante assinatura de termo, no qual se comprometem a conhecer, analisar e investir todos os esforços disponíveis para a solução dos problemas apresentados. Importante pontuar que os índices de solução na plataforma ultrapassam 80%.

As reclamações registradas alimentam uma base de dados qualificada, que permite o monitoramento da efetividade desses canais das empresas e oferece insumos para o seu aprimoramento.

De acordo com Mariana Mendes, dirigente do Procon de Conselheiro Lafaiete, que participa da ação, a palavra final é sempre do consumidor, pois, após a resposta do fornecedor, o reclamante tem a possibilidade de avaliar se a reclamação foi resolvida ou não, atribuir uma nota de satisfação e um comentário final.

Consumidores foram receidos com farto café da manhã no PRCON/DIVULGAÇÃO

Dicas de compras pela internet:

  • Utilize apenas uma conexão confiável, como a rede Wi-Fi da sua casa ou seu plano de dados móveis;
  • Utilize dispositivos com sistemas operacionais e antivírus atualizados;
  • Observe os certificados de segurança digital das páginas, como o termo “https” na URL ou o símbolo de cadeado fechado na barra de endereços;
  • Verifique se existem avaliações negativas dos usuários nas redes sociais das lojas. Compre em sites com boa reputação;
  • Seja cuidadoso ao clicar em banners e pop-ups com promoções, pois muitos deles são direcionados para sites maliciosos e fraudulentos;
  • Cheque informações básicas da empresa, como Razão Social, CNPJ e endereço, para saber se ela é confiável ou não;
  • É importante ler a política de privacidade da loja virtual para saber quais compromissos ela assume quanto ao armazenamento e manipulação de seus dados;
  • Veja a descrição do produto, compare-o com outras marcas e certifique-se de que ele supre suas necessidades;
  • Imprima e/ou salve todos os documentos (“print” das telas) que demonstrem a compra e confirmação do pedido (comprovante de pagamento, contrato, anúncios, etc.).

Em compras em lojas físicas:

  • Nos casos de compras em lojas físicas, fique atento ao preço anunciado. Solicite descontos nos pagamentos à vista e use o crédito somente em casos necessários, com a certeza de que as parcelas não trarão prejuízo ao seu orçamento durante o próximo ano;
  • Não se esqueça de solicitar da loja uma autorização de troca, por escrito. Mas, lembre-se a loja não é obrigada a realizar a troca de produtos nos casos em que o presenteado não gostou, ou em função do tamanho;
  • Exija a nota fiscal de compra! É ela que garante que os seus direitos sejam respeitados em caso de problemas com a mercadoria. Portanto, evite comprar produtos com procedência duvidosa;
  • Em compras de brinquedos é preciso estar atento ao selo de conformidade do INMETRO, ele indica que o produto foi submetido a testes e atende a requisitos mínimos de segurança. Não se esqueça de conferir também os dados do fabricante, as informações do produto e a indicação de faixa etária;
Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *