Prefeitura de Lafaiete e ANTT discutem variante da BR 040

Gabriela Mascarenhas, Wallace Vargas e Aurélio  Chaves
Gabriela Mascarenhas, Wallace Vargas e Aurélio Chaves

Engenheiros do setor de projetos da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) e das empresas STE (Serviços Técnicos de Engenharia) e EPL (Empresa de Planejamento e Logística) com sede em Brasília, reuniram-se na segunda-feira, 13/04 em Conselheiro Lafaiete com o prefeito, Ivar de Almeida Cerqueira Neto. O encontro se deu após a ANTT receber o relatório entregue pela comissão formada, a partir da determinação de Dr.Ivar, que concluiu os estudos apontando a melhor alternativa para a construção do contorno no município previsto no contrato de concessão da BR 040, explorado pela empresa Via 040.

Durante a reunião o gerente de projetos da ANTT, Wallace Vargas Roque relatou que concorda com o relatório que aponta como melhor alternativa a construção da variante pelo setor Leste, ao lado direito da via, sentido Rio de Janeiro / Brasília, interligando a BR 040 à BR 482 (Conselheiro Lafaiete / Vale do Piranga) e rodovia MG 129 (Conselheiro Lafaiete/ Ouro Branco) à BR 040. Porém, segundo o gerente a partir de análise do IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente dos Recursos Naturais Renováveis) é que será tomada a decisão.

Wallace Vargas destacou que o aproveitamento das estradas vicinais no trecho apresentado pela comissão é um fator bastante favorável a construção do contorno no setor Leste, além de beneficiar cidades da região. O gerente também ressaltou o empenho da administração municipal  na criação de uma comissão para análise técnica da construção da variante. “Seria bom se todas as prefeituras tivessem a preocupação de debater o assunto de forma técnica buscando o melhor para a região”, frisou Wallace.

Dr. Ivar também voltou a afirmar que o setor Leste é o melhor caminho para a variante levando em conta que o trecho diminuirá o fluxo de veículos pesados no centro da cidade, contribuindo também com a melhoria na mobilidade urbana. “Estamos torcendo para que as ações caminhem para o melhor. Estamos à disposição da ANTT e da Via 040 naquilo que for necessário”, disse o prefeito.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico, Alessandro Dalla Vedova, que faz parte da comissão, é necessário que a construção do contorno seja pelo setor Leste. Segundo ele, a alternativa apresentada é a melhor considerando aspectos de segurança, trafegabilidade, logística, e outros critérios para evolução da cidade e região, com menor impacto viário. “Fizemos muitos estudos e análises por inciativa do Executivo e com a contribuição de vários setores buscando o melhor para Lafaiete e região”, afirmou Dalla Vedova.

O dossiê encaminhado à ANTT foi elaborado com o parecer da comissão, e é composto, entre outros, por justificativa da entidade Sorear (Sociedade de Engenheiros e Arquitetos da Micro Região do Alto Paraopeba, abaixo-assinado de prefeitos associados à Amalpa (Associação dos Municípios da Micro Região do Alto Paraopeba), análise de fluxo de veículos feito pelo Departamento Municipal de Trânsito.

O próximo passo visando à construção será obter o licenciamento ambiental e a partir daí, será elaborado o projeto do contorno que deverá ser concluído até o fim deste ano. A previsão é que a execução do projeto inicie a partir de 2019, ou seja, no 5º ano de concessão da Via 040. No mês de maio está prevista a realização de audiências públicas nos municípios de Conselheiro Lafaiete, Congonhas e Ressaquinha para apresentação do traçado a população.

Também participaram da reunião o chefe de Gabinete, Adriano Gomes Beato; o diretor do Departamento Municipal de Trânsito, Paulo Pereira do Carmo; o presidente da Sorear, Crispim Ribeiro, a engenheira ambiental, Gabriela Mascarenhas e o coordenador de projetos da STE, Aurélio Chaves.

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *