Polícia Civil apreende a segunda adolescente suspeita de assassinar menor a facadas e ocultar cadáver

Polícia Civil apreende a segunda adolescente suspeita de assassinar menor a facadas e ocultar cadáver/Reprodução

A Polícia Civil apreendeu ontem, por volta das 22:00 horas, a segunda suspeita de assassinar a facadas Jaislaine Sarmento Rosa, 14 anos. O.A.N.S, de 14 anos, foi localizada em Lafaiete após apurações da Delegacia de Polícia no caso que assustou a cidade.

A adolescente, juntamente com K.K. S. G, 16 anos, são acusadas do crime praticado com requintes de crueldade. As duas menores estão acauteladas e a disposição do Juiz da Infância e Juventude, da Comarca de Lafaiete.

A versão que a Polícia Civil trabalha é que o motivo do crime estaria ligado ao fato de que dois dias antes do assassinato, a vítima teria empurrado uma irmã de uma das autoras contra um vagão de trem no Bairro Areal. As investigações continuam em curso sob o comando do Delegado Marcus Vinicius.

O caso

No domingo, dia 14, a PM recebeu informação, de um indivíduo que pediu anonimato por temer represálias, relatando que a menor K.K., moradora do bairro Santa Cruz, teria cometido um homicídio e que a vitima seria a menor de nome Jaislaine, também moradora do mesmo bairro, mas oriunda do Espirito Santo.

Imediatamente os policiais deslocaram a residência da suspeita e após  conversa ela confirmou o fato e se dispôs a levar ao local onde o corpo estaria da vítima estaria.

As buscas iniciaram no domingo, por volta das 22:30 horas, sendo que foram interrompidas por volta das 4:00 horas, por conta da pouca visibilidade no local indicado pela autora.

Logo ao amanhecer de ontem, com o auxilio da equipe do Corpo de Bombeiros Militar composta pelo Sgt Alves, Sgt Bruno, Cb Egg e Sd Castro, os quais após intensa busca localizaram ossos humanos espalhados na área da mata em que a menor indicou, inclusive um crânio.

K.K. relatou que atraiu Jaislaine para uma mata na localidade de Mostarda e juntamente com outra menor desferiram várias facadas na vítima e tentaram arrancar a cabeça dela. Logo após, colocou folhas secas por cima do corpo e iniciou a queima.

O corpo da vítima estava desparecido há cerca de 15 dias.

Leia também:

Adolescentes assassinam com facadas colega menor, escondem corpo por 15 dias e PM desvenda crime

Mulher é atropelada em linha férrea no Bairro Areal e levada ao hospital por populares

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *