PM diz que Lobinho pediu por socorro médico antes de sua morte

A polícia militar divulgou agora a pouco uma nota explicando detalhes da morte de Samuel Thalissom da Cunha, vulgo “Lobinho”, ocorrida ontem por volta das 19:00 horas.

A guarnição durante patrulhamento pela Rua Joubert Salgado, no JK, local conhecido como “bica”, militares visualizaram um cidadão de cútis negra, bermuda azul e branca, sem camisa, segurando uma sacola de plástico na mão direita, o qual ao receber ordem para se postar na posição de busca pessoal,

Samuel era conhecido como “Lobinho”/Reprodução

iniciou uma fuga pela mata, com a sacola nas mãos, seguindo sentido ao loteamento Ouro Verde, divisa com Bairro Morada do Sol. A todo instante os militares davam ordem legal para o autor parar, contudo não era acatada. Em dado momento o autor adentrou em uma mata local momento em que os policiais militares visualizaram o cidadão sofrer várias quedas durante seu deslocamento, demorando a levantar, onde foi percebido que não estava mais com a sacola em suas mãos. Os Policiais Militares em um ponto elevado no bairro Morada do Sol acompanharam o trajeto do suspeito sendo que em dado momento foram informados por populares que o suspeito seguiu pela trilha que liga a rua Adalgisa Avelar Bastos à rua Joubert Salgado. Os Policiais Militares com o apoio de outras guarnições realizaram o rastreamento do suspeito sendo que em uma parte alta do bairro Morada do Sol os Policiais Militares ouviram barulhos vindos da mata e foi então que localizaram o suspeito, momento em que os militares iniciaram verbalização com o suspeito, onde o mesmo não acatava a ordem para se levantar, tendo ainda no solo pedido por ajuda médica e socorro, pois estava passando mal. Como o suspeito estava em local (2 metros abaixo da trilha) que dificultaria o socorro os policiais militares conduziram o autor até a trilha para iniciarem o socorro bem como facilitar a ação da equipe médica. No primeiro contato com o suspeito, foi percebido pelos militares que estava bastante ofegante, afirmando ter consumido bebida alcoólica e ter feito uso de cocaína. Os policiais Militares então realizaram contato com o SAMU e com Corpo de Bombeiros. Um testemunha, moradora das proximidades do local, foi acionada a presenciar o apoio prestados pelos Policiais Militares com massagens cardíacas. Compareceram os Bombeiros e posteriormente o SAMU, constatando o óbito no local pela médica Dra Samara Pereira de Miranda, emitindo Atestado de Óbito. O Perito compareceu no local não constatando, constatando lesões externas no corpo da vítima e posteriormente aos trabalhos de praxe o corpo foi liberado para a funerária Sagrado Coração de Jesus.

Leia também:

Jovem foge de abordagem, entra em matagal, passa mal e morre no JK

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *