Parada da Gerdau movimenta economia e gera mais de 320 empregos em Lafaiete e região

Lafaiete, Congonhas e Ouro Branco registraram a abertura de 177 novas vagas de emprego com carteira assinada no mês de maio. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Congonhas foi a que mais gerou empregos no mês com 90, seguida por Lafaiete com 62 e Ouro Branco com 25.

Em crise, Gerdau Açominas figura como um dos principais motores da economia da região/Foto: Diário do Comércio

Na somatória dos 5 primeiros meses de 2019, Lafaiete teve um saldo positivo de 369 e foi a que mais gerou empregos na região.  Em seguida vem Jeceaba com 199 empregos, seguida por Congonhas (178) e Ouro Branco com 139 postos.

A surpresa ficou por conta de Casa Grande, Lamim e Senhora de Oliveira que juntas geraram 189 postos de trabalho em maio.

Acumulado

No acumulado dos 5 primeiros meses a região gerou 901 postos de trabalho. Somente neste mês foram 322. No total do ano, apenas março que houve um saldo negativo na região.

O que vem puxando o bom desempenho a geração de empregos foi a Parada da Gerdau com impactos significativos.

Brasil

O Brasil registrou a abertura de 32.140 novas vagas de trabalho com carteira assinada em maio, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta quinta-feira, 27, pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, em Brasília. É o menor desempenho para o mês desde 2016, quando houve fechamento de vagas. Em maio do ano passado, foram gerados 33.659 novos postos de trabalho formais.

Leia mais:

Lafaiete lidera geração de empregos na região; cidades somam 579 novos postos de trabalho em 2019

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *