Ouro Branco: prefeito Hélio Campos decreta estado de emergência e diz que vai buscar ajuda no abastecimento de combustíveis com escolta policial para os setores da saúde e educação

Em um pronunciamento divulgado agora há pouco no site da prefeitura de Ouro Branco, o prefeito Hélio Campos (PSDB), decretou estado de emergência diante da crise de desabastecimento de combustíveis. Desde sexta feira, dia 25, as aulas da rede municipal foram suspensas e ainda não há previsão de retorno.

Prefeitura faz avaliação diária dos desdobramentos da greve dos caminhoneiros

Hélio Campos criou hoje o Escritório da Crise que vai reunir duas vezes ao dia para avaliar os impactos do movimento dos caminhoneiros. Agora a tarde, os integrantes voltam a se encontrar para estudar a necessidade da adoção de novas medidas. O prefeito Hélio Campos tranquilizou a população assegurando que o município tem combustível em estoque para suprir as ambulâncias e a segurança pública. Os atendimentos no hospital Raimundo Campos transcorrem normalmente, mas existe uma grande preocupação quanto à transferência de pacientes para hospitais de cidades mais distantes, como Barbacena. Serviços como de hemodiálise estão mantidos e garantiu o oxigênio do Raymundo Campos.

Na coleta de lixo o serviço está mantido. Segundo Campos, a prioridade é evitar que os setores de saúde e segurança pública sejam afetados pelo desabastecimento. Hélio disse que a prefeitura ajudar no abastecimento de combustíveis para abastecer Ouro Branco mesmo com escolta policial para assegurar a normalidade na população e abastecer os setores de saúde educação.

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *