O inverno chegou! E acompanhado de cuidados redobrados com seu pet!

 

Cão Tikim - Tutora Juliana
Cão Tikim – Tutora Juliana
Gato Bananinha - Tutora Valéria
Gato Bananinha – Tutora Valéria

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O inverno veio bem rigoroso neste ano de 2016, e requer ainda mais cuidados e atenção, pois nesta época nos tornamos mais sensíveis e propícios a doenças, e isso também acontece com os nossos pets.
Eles também sofrem com a queda da temperatura, especialmente os de pelagem curta, filhotes e idosos. Caprichem no aquecimento deles!São necessários cuidados imprescindíveis para os manterem saudáveis também neste momento.A vacinação é o principal, e muitas vezes o único meio de prevenção de doenças, no caso da temida e cruel Cinomose, por exemplo, (Doença altamente grave e contagiosa que atinge aos cães, causada por um vírus que sobrevive por muito tempo em ambiente seco e frio.) Inclusive as vacinas devem ser aplicadas impreterivelmente em clínicas veterinárias por um profissional capacitado.
Fiquem de olho! E quaisquer anormalidades os levem imediatamente ao veterinário, não perca tempo!
O quanto antes for o diagnóstico, mais chances de recuperar terá.Veja algumas dicas da Dra. Vanessa G. Ribeiro, CRMV MG 7468, médica veterinária da clínica Pró Bichos:

 

Cães

Seu Cão está vacinado contra a gripe ?

Cão Lassie - Tutora Luciana
Cão Lassie – Tutora Luciana

No inverno, os cães podem adquirir doenças respiratórias, como a tosse dos canis. Por isso, é fundamental verificar se o seu amigão já tomou a vacina contra esse mal. Ela é dada uma vez por ano.

Apesar de haver variação nos sinais clínicos em todos os tipos de doenças, os sintomas mais evidentes de um cão ou gato gripado são a tosse e o espirro, que podem persistir na falta de tratamento. Os animais ainda podem ter secreções nasais, febre e falta de apetite,  sintomas que podem evoluir para uma pneumonia ou bronquite se não tratados.

Banho e tosa no inverno:

Os banhos são necessários, mesmo no inverno. Porém, o ideal é que ele seja levado ao pet shop, onde o banho é morno e os pelos são totalmente secos com secador apropriado, evitando doenças de pele e respiratórias. Mas, se não puder levá-lo ao pet shop, onde todos estes cuidados serão tomados, dê banho morno, seque-o muito bem e evite o choque de temperatura, ou seja, não deixe que ele saia de um

Cão Tico Júnior - Tutora Cristiane
Cão Tico Júnior – Tutora Cristiane

local quente para um ambiente gelado.

Os pelos são uma proteção natural contra o frio. Opte por tosas que mantenham a pelagem mais alta. Se houver muita necessidade, após a tosa, use roupinhas para deixá-lo aquecido, principalmente para passear na rua.

Posso passear na rua com meu cão no inverno?

O ideal é sair com o seu cãozinho quando estiver sol. Mas, como no inverno também há dias em que o sol está bem quente, muita atenção com os passeios feitos a partir do meio-dia. O sol muito forte pode queimar as patinhas dos cães.

Onde devo colocá-lo para dormir?

Não é preciso colocar o cão para dormir na cama com você. Mas ele merece um cantinho gostoso. Se ele dorme em piso frio, providencie uma caminha ou forre o lugar com tecido e cubra-o com uma manta. Se ele dorme fora de casa, verifique se tem um abrigo onde não tenha correntes de vento e mantenha uma caminha aquecida e confortável.

Gatos

Gato Anita - Tutora Valéria
Gato Anita – Tutora Valéria

Os bichanos também necessitam e merecem cuidados especiais durante o inverno. Apesar da maioria deles terem uma boa camada de pelos, eles também sentem frio. É fundamental que ele tenha um local aquecido para dormir. Se ele dorme fora de casa certifique-se que o local está livre de correntes de ar.

Quanto ao uso de roupinhas, é bastante comum que os gatos caiam de lado ou fiquem paralisados quando colocamos roupinhas neles, mas se o seu gato gosta então não há contra indicação.

Gato Branquinha - Tutora Cristiane .
Gato Branquinha – Tutora Cristiane .

Além de dormir em caminhas macias e quentinhas os gatos também adoram tomar sol, especialmente em dias frios, mas apesar de ser uma boa fonte de calor deve se ter cuidado com a exposição excessiva, pois esses animais, especialmente os de pelagem branca, podem desenvolver câncer de pele. Apesar do frio e das nuvens, os raios solares continuam causando danos à pele.

Para quem tem aquecedores de ambiente em casa é preciso cuidado com a umidade do ar, que fica ainda mais baixa quando esses equipamentos são ligados. Providencie bacias com água ou toalhas úmidas para melhorar a umidade e prevenir problemas respiratórios.Gatos normalmente não precisam de banho, no inverno menos ainda, eles são limpos e higiênicos por natureza, manter a pelagem bem escovada e livre de bolos durante o inverno, já é suficiente.

 

Veja nossa galeria de fotos:

Gata Dimy - Tutora Juliana
« 1 de 38 »

Fotos cedidas pelos tutores dos animais.

13529169_1762936103988891_7601563382448166869_n

 

 

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *