Novo presidente da Câmara vai cobrar do prefeito Mário Marcus aplicação de leis em Lafaiete

Cinco dias após sua eleição e posse como o presidente da Câmara da 30ª legislatura de sua história, o vereador Sandro José (PRTB) aposta em projetos simples para resgatar a credibilidade Casa Legislativa. Para ele incentivar a participação popular e envolver os segmentos organizados são fatores fundamentais para alcançar este objetivo. Após a sessão de ontem, dia 5, ele recebeu nossa reportagem na sala da presidência. “Somente com cidadania e participação fazemos uma Câmara mais atuante. Quanto mais o cidadão participa, mas a Câmara aparece e mostra seu papel nas transformações. A participação se traduz em credibilidade e respeito”, disse Sandro.

Vereador Sandro José que vai retomar câmaras itinerantes/CORREIO DE MINAS
Vereador Sandro José que vai retomar câmaras itinerantes/CORREIO DE MINAS

Para isso ele aposta na reedição de projetos como câmara itinerante, mas como um novo formato mais atraente ao lafaietense e informações sobre o verdadeiro papel do legislativo em uma sociedade. Segundo ele, estão previstas pelo menos 5 câmaras itinerantes, mas ainda sem os bairros definidos.

A comunicação também será um instrumento fundamental para trazer o lafaietense à Câmara. As redes sociais estão também no radar do novo presidente que deseja uma informação direta, ágil, transparente e eficiência com a comunidade através de todos os canais de comunicação. “Quando mais informação vamos nos aproximar da comunidade”, comentou.

Legislativo e executivo

Sandro comentou a postura do prefeito Mário Marcus (DEM) e sua disposição ao diálogo. Mas ele disse que vai cobrar a aplicação das leis aprovadas pelo novo gestor. “Não podemos ter uma cidade com inúmeras leis sem devida aplicação pelo executivo”, assinalou.

Neste novo momento que marca a relação dos dois poderes, o prefeito se reunirá semanalmente com os vereadores. A cada dois meses, Sandro José defende um encontro com todos os edis e a cúpula do governo para trocar de informações e sugestões.

Eleição

Sandro comentou que sua eleição foi natural e consensual entre os vereadores. “Após as eleições nos reunimos e cada qual expôs suas pretensões e eu me coloquei que pleiteava a presidência. Então foi com a conversa franca que cheguei a presidente”, relatou. “O que vemos nesta Casa é um clima de harmonia e disposição de ajudar Lafaiete a crescer com mais qualidade de vida e bem estar para a população. Tanto o executivo como todos nós estamos na missão de somar”, finalizou.

Sandro vai gerir uma receita coma a previsão de cercas de R$7 milhões em 2017.

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *