Nas ruas: cidades têm atos contra a reforma da previdência e escolas não vão funcionar amanhã

Programada para amanhã, dia 15, as mobilizações Dia Nacional de Paralisação contra a Reforma da Previdência, atos tomam as ruas do Brasil. Inúmeras categorias de trabalhadores prometem ir ás ruas e paralisar suas atividades.

Em Lafaiete, no “Dia Nacional de Paralisação” a concentração acontece, a partir das 8:00 horas, em um ato em frente a OAB, na Praça Barão de Queluz. Em seguida a passeata segue pelas Telésforo Cândido de Resende finalizando no terminal rodoviário. Durante o trajeto haverá fala das lideranças e panfletagem buscando a adesão da sociedade contra a reforma em curso no Congresso Nacional.

A organização do evento é do SIND-UTE, SIMPRO, movimentos sociais e sindicados além de professores e funcionários públicos.

Outras cidades

Em Ouro Branco a concentração na Avenida Mariza, em frente ao Líder, às 17:00 horas. Em São Brás as redes municipal e estadual também vão paralisar suas atividades com uma manifestação que acontece às 9:00 horas em frente a prefeitura.

Em Carandaí, as escolas de Carandaí devem parar nesta quarta-feira para somar forças às manifestações contra a reforma da Previdência.

A paralisação e manifestação estão previstas para acontecer na Praça dos Correios, na região central de Carandaí, a partir das 08h00 da manhã.

Serviços

Alguns serviços em Lafaiete não devem funcionar como as escolas da rede estadual. Diversos órgãos públicos sejam estadual ou federal devem aderir a paralisação.

 

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *