Mulher é detida por atuar de forma ilegal como veterinária

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) em parceria com o Conselho Regional de Medicina Veterinária realizou, na terça-feira (18), uma operação conjunta com objetivo de apurar denúncias acerca de uma mulher que estaria se passando por veterinária na cidade de Barbacena.

As equipes se deslocaram até a instituição onde a suspeita estaria atuando, onde ficou confirmada que a mesma exercia funções como médica veterinária, sem que tenha cursado a faculdade de Medicina Veterinária até a conclusão do curso.

A investigada foi convidada a comparecer na Unidade Policial para prestar esclarecimentos, não sendo efetivada a prisão pela mesma não haver sido abordada em situação de flagrante delito. No local, foi apreendido um carimbo no qual a suspeita utilizava um número de registro de outra profissional. Foi instaurado inquérito policial para apurar os crimes de exercício ilegal da profissão e falsidade ideológica.

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *