Motorista que jogou ônibus contra poste para evitar tragédia é demitido pela Presidente, mas receberá homenagem dos vereadores pelo ato de heroísmo

Ônibus da Viação Presidente perdeu o controle  e atingiu um poste na rua Cefisa Viana, no Museu/REPRODUÇÃO

Já se passaram mais de 10 dias do acidente que poderia ter se transformado em uma tragédia humana em Lafaiete. Eram por volta das 17:00 horas, do dia 15, quando um ônibus da Viação Presidente descia a íngreme Rua Cefisa Viana, no Bairro Museu. Antes de efetuar a curva à esquerda em direção ao centro, o experiente motorista, Vicente Salvador, mais conhecido como “Dodô”, sentiu problemas, ainda em apuração pela perícia. Em uma manobra arriscada e corajosa, ele conseguiu jogar o veículo contra o poste evitando que ele descesse atingindo dezenas de carros, podendo atingir casas, pessoas e mesmo cair em uma ribanceira. Com o impacto, o poste partiu ao meio, mas o habilidoso motorista conseguiu evitar uma tragédia.

Demissão

No dia seguinte ao acidente, a Viação Presidente lhe concedeu 4 dias de descanso. Na segunda feira, dia 20, ele foi chamado em Belo Horizonte, quando a empresa comunicou sua demissão, sem contudo citar as causas. Dodô tinha 19 anos trabalhando como motorista desde a São Miguel, Lafaietense e agora Presidente.

Repercussão

Nas redes sociais a demissão foi amplamente criticada, provocando uma enxurrada de críticas e protestos. Os lafaietenses prestam solidariedade ao motorista em diversas mensagens reconhecendo seu ato heroísmo. “Sim porque se ele não tivesse jogado pro poste com certeza a tragédia teria sido pior. Mais o pior mesmo foi que a empresa o demitiu. Ele tem um filho especial que depende muito dele. E a esposa também tem problemas de saúde. O que estão fazendo é uma injustiça. Ele é um profissional fora do comum que se arriscou pra salvar a vida das pessoas e jogou o ônibus contra o poste pois seria pior”, disse um internatua.

Vicente está se desligando Viação Presidente depois de quase duas décadas de dedicação. Profissional exemplar, ele tem 3 filhos e um deles é especial. Ele mora no Bairro Bellavinha e é arrimo da família. Segundo informações de pessoas ligadas a família, após o acidente a  empresa não teria prestado assistência ao motorista. A perícia apontará as causas do acidente.

Câmara

A demissão do motorista ecoou a Câmara durante a sessão desta quinta feira, dia 23. E mais uma vez a Presidente foi achincalhada pelos vereadores, inclusive também pela qualidade dos serviços. “Ao invés de premiado, ela ganhou a demissão. Sabemos que esta empresa não respeita o cidadão e usuários, mas agora também seus funcionários. Ao invés de ser considerado um herói saiu com um vilão. Esta foi a recompensa dele”, desabafou o Vereador João Paulo Pé Quente (DEM).

Ele adiantou que na reunião da próxima terça feira, dia  28, apresentará um requerimento para que o motorista receba um Moção de Aplauso. “Esse motorista salvou vidas”, comentou. João Paulo afirmou que o condutor precisa do emprego já que possuiu uma filha especial e uma esposa que requer cuidados. “Ele é arrimo da família. Não podemos aceitar esta situação de injustiça e uma falta de respeito”, observou. O Vereador Pedro Américo (PT) também saiu em defesa do funcionário demitido pela Presidente e denunciou os péssimos serviços prestados. “Toda hora tem gente ligando para o nosso gabinete denunciando atraso, ônibus quebrado e funcionários chegando atrasado no serviço. Temos que agradecer este funcionário que evitou uma tragédia”, assinalou.

Também o Vereador Darcy da Barreira (SD) criticou a atitude da empresa. “É lamentável. Uma pessoa que salvou vida e ainda perder o emprego. Os usuários do transporte público de Lafaiete não sabem se vão voltar para seu lar ou mesmo chegar a seu serviço. Se é justo o aumento da passagem que a empresa faça por onde receber este reajuste”, afirmou.

Leia também: Acidente com ônibus da Presidente é alvo de críticas dos vereadores: “está na hora de cassar esta concessão”, dispara Pedro Américo

Absurdo: ônibus da Presidente derruba poste na Chapada e tumultua trânsito

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *