Mãe relata drama pelo assassinato cruel de seu filho

Mais de um mês depois da morte de Josefh Michael Pinto Paulino (27), a Polícia Civil mantém presos dois dos quatro suspeitos. Na manhã deste sábado, a mãe de Josef falou com exclusividade a nossa equipe sobre como o viu após o espancamento, internação e a morte do jovem. Desde então,  a vida da mulher tomou novos rumos e cuida de uma depressão.

Josef foi encontrado totalmente espancado

Operação “Legalidade”, desencadeada pela polícia Civil efetuou 30 prisões em Lafaiete e cidades da região, cumprindo diversos mandados de prisão expedidos pela justiça. Entre os detidos estão um pastor e um suspeito de um assassinato cruel, com pedaços de pau, de Josef Pinto Paulino, ocorrido na manhã do dia 4 de dezembro em Gagé, após uma emboscada.

Josefh foi agredido no interior de uma fazenda e foi encontrado com hematomas e a boca sangrando. À época, segundo informações de testemunhas o celular de Josef foi encontrado no porta luvas do veículo do pastor. A vítima natural de Congonhas, foi encontrada por Militares do 31° BPM, após uma ligação telefônica. Josef estava em um terreno na localidade do Gagé, quando foi lavado para o Hospital e Maternidade São José.

Mais informações em breve:

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *