LESMA visita Secretaria de Estado de Cultura de MG

O encontro ocorreu no Palácio das Artes, em BH, e o grupo lafaietense foi recebido pela secretária-adjunta de Cultura, Solanda Steckelberg e a diretora da Fundação Clóvis Salgado, Eliane Parreiras

A Liga Ecológica Santa Matilde – LESMA esteve na capital mineira em visita à Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais (SECULT-MG). O encontro foi no dia 28 de junho, no Palácio das Artes, onde a LESMA foi recebida pela secretária-adjunta de Cultura Solanda Steckelberg e a diretora da Fundação Clóvis Salgado, Eliane Parreiras. A visita teve como objetivos estabelecer contatos junto à nova gestão cultural do Estado e apresentar projetos que a Liga Ecológica Santa Matilde – LESMA já desenvolve a nível estadual.

Grupo Lesma com Solanda Steckelberg secretária-adjunta de Cultura e Eliane Parreiras no Palácio das Artes/DIVULGAÇÃO

A comitiva lafaietense foi composta pelo presidente da LESMA Osmir Camilo Gomes, os diretores Marcos Bittencourt e Wagner Vieira e Ana Carolina Matos, que também integra o Grupo Lesma.

Entre os projetos apresentados às representantes do Governo de Minas estão o “Caminhos de Conselheiro Lafayette”, realizado em parceria com a Faculdade de Direito de Conselheiro Lafaiete (FDCL) e que já conta com parceria do Estado por meio de autarquias como o Arquivo Público Mineiro (APM), Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Cultural (IEPHA-MG) e Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa; o “Abril Poético”, o “Programa Liberdade & Cidadania”, projeto socioeducativo e cultural desenvolvido com as recuperandas da Associação de Proteção e Amparo aos Condenados de Conselheiro Lafaiete (APAC-Feminina) e ainda a proposta de lançamento, em Belo Horizonte, do livro “Viola de Queluz – Família Souza Salgado”, de Valter Braga de Souza e que foi produzido pela Lesma Editores.

A obra, que já foi lançada em Conselheiro Lafaiete e Santana dos Montes, será lançada em Congonhas (em agosto) dentro da programação da Semana do Patrimônio. O lançamento em BH ficou agendado para setembro no Palácio das Artes. O evento na capital mineira promete ser uma celebração cultural envolvendo instituições, entidades culturais, violeiros, luthiers, pesquisadores e artistas lafaietenses, regionais e belorizontinos em torno da cultura violeira.

As “Violas de Queluz” são um ícone cultural de Conselheiro Lafaiete (onde também é registrada como Patrimônio Histórico) e admirada não só no Brasil, como também no exterior.

Ano passado o Governo de Minas registrou as “Violas de Minas” como bem histórico imaterial, o que fortaleceu ainda mais a representatividade das Violas de Queluz, produzidas em nossa cidade especialmente pelas famílias Salgado e Meireles e que vivem momento de reflorescimento cultural.

A LESMA agradece a Solanda Steckelberg e Eliane Parreiras, pela acolhida e deseja sucesso e perseverança à nova administração estadual. Reconhecemos as dificuldades que nosso Estado e o país atravessam mas temos como lumes os sentimentos de cooperação, fé e empenho mútuos a fim superar limitações aprendendo uns com os outros, somando esforços e dividindo o que temos de melhor: nossa rica cultura mineira de caráter universal.

 

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *