Lama, buraco e lixo: Lafaiete se afoga na própria falta de planejamento e chuvas são retrato do abandono

chuvas-2016-lafaiete-13
No Bairro Carijós rua ficou alagada e quase inundou sede da Amalpa/CORREIO DE MINAS

A cidade de Conselheiro Lafaiete acordou hoje em contabilizando não prejuízos das chuvas que inundaram diversos pontos ontem a noite, mas contando as mazelas da falta de planejamento urbano de um crescimento desorganizado com ocupações irregulares.

chuvas-2016-lafaiete-1
Lixo espalhado pela ruas mostra que população também é culpada pelas enchentes/CORREIO DE MINAS

Ontem à noite, dia 14, novamente a cidade foi o retrato de inundações e alagamentos em diversos pontos, principalmente na região por onde o rio Bananeiras corta a cidade. Os bairros Carijós e São Sebastião foram atingidos com ruas e casas alagadas.

chuvas-2016-lafaiete-20
Comerciante limpa estabelecimento inundado pelas águas/CORREIO DE MINAS

A Avenida Telésforo Cândido de Resende, nas proximidades da praça Getúlio Vargas e início da rua Dias de Souza as chuvas encheram as ruas.

chuvas-2016-lafaiete-4
Gagé ficou inundada pela chuvas/CORREIO DE MINAS

Nossa reportagem percorreu agora pela manhã parte baixa cidade. A situação é de lama e lixo espalhado.

A situação se repete ano a ano sem uma solução. È chover que Lafaiete vira um caos.

 

chuvas-2016-lafaiete-10
Buracos demonstram o abandono da cidade e moradores usam material de construção para tampá-los/CORREIO DE MINAS

Veja o vídeo

Galeria de fotos: 

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *