Lafaietenses dão adeus a Viação Presidente e aguardam com expectativa nova empresa para resgatar a qualidade do transporte público

Viação Presidente ficou marcada pelo descaso com os lafaietenses com constates acidentes

Depois de mais de 12 anos atuando como concessionária do transporte público, os lafaietenses respiraram aliviados com a venda da Viação Presidente. Diante do descalabro do serviço prestados, os usuários dão adeus a empresa que ultimamente já colocava em risco a vida dos que usavam seus ônibus. A queda acentuada da qualidade do transporte e sucateamento dos coletivos ficaram como marcas negativas da empresa que se despede muito tarde dos lafaietenses que foram obrigados a conviver com um serviço de pessimas qualidades.

A principal notícia, faltando ainda detalhes, é que a Viação Presidente foi vendida. Os valores são guardados a “sete chaves”. Um empresário de Lafaiete, que também explora serviço semelhante em Itajaí (GO), cidade próspera com quase 100 mil habitantes, juntamente com outro nome de Santos Dumont, o prefeito Betinho, são os dois que devem assumir o comando do transporte público até 2021 quando acontece nova licitação.

O principal investimento do grupo será a imediata troca de pelo menos 35 novos ônibus, do total de 53 veículos. O nome da empresa será substituíto por outro com ligação a Lafaiete, para resgatar a identidade com a cidade. Os fucionários em sua grande maioria deve ser mantido como também o diretor geral, Luiz Carlos Beato. A Viação Presidente alega que trabalha deficitária com o contigenciamento dos passagens ao longo de mais de 12 anos com aumentos que ficam aquém do custos fixos.

Mas a população aguarda com expecatativa a chegada da nova empresa para resgatar a qualidade e o respeito com os lafaietenses. A Viação Presidente é uma página virada na história recentes de Lafaiete! O que mais a população espera é que o poder público fiscalize o serviço, pois se transformou, graças a omissão dos prefeitos, como “terra sem dono”.

 

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *