Lafaietense disputa título do melhor do MMA 2016




Geraldinho conta com voto popular para ganhar a disputa/Reprodução

Geraldinho conta com voto popular para ganhar a disputa/Reprodução

Tem lafaietense na disputa do título do melhor do Brasil no MMA. O lutador Geraldo de Freitas, o Geraldinho, está na disputa. “Essa semana fui surpreendido com uma ótima noticia que me encheu de felicidade. Não por ego, ou vaidade, mas por ter meu trabalho reconhecido de alguma forma, e a esperança que tudo vai melhorar! Estou concorrendo entre os cinco melhores Pesos Galo em atuação no Brasil no ano de 2016”, disse o lafaietense.

A disputa

thumbnail_IMG-20170109-WA0004Chegando a sua quarta edição, o site Nocaute na Rede premia os melhores do MMA Nacional no ano de 2016. Com uma ampla análise sobre os múltiplos lutadores do cenário nacional, foram levados em conta: o número de vitórias do período de novembro de 2015 a novembro de 2016 e o cartel dos adversários que cada um enfrentou e venceu para chegar ao número de cinco candidatos por categoria.

O lutador Geraldinho Freitas pede seu voto. “Conto com o apoio de todos na votação para poder ficar em 1º lugar. Pra isso, preciso do seu voto! Basta entrar na votação da categoria Peso Galo e escolher aquele que você acha que merece seu voto. Tomara que seja eu, rsrs. Desde já agradeço, tamo junto”, disse nas redes sócias.

Como votar

Cada pessoa poderá contabilizar apenas um voto em cada categoria por número do endereço de IP. Os vencedores serão decididos por meio de pontuação.

A votação para o público encerra no dia 13 de janeiro de 2017, ficando o anúncio dos vencedores pela votação popular no dia 17 de janeiro de 2017 e o resultado final com os votos das mídias especializadas no dia 19 de janeiro de 2017.

O lafaietense Geraldo de Freiras concorre na categoria Peso Galo. Para votar acesse o link: http://nocautenarede.com.br/votacao-aberta-ao-publico-para-a-quarta-edicao-do-premio-nocaute-na-rede-melhores-do-mma-nacional-em-2016/

 

Fonte e Foto:Fato Real

Print Friendly




Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Comentários

Comentários