Lafaiete: traficante é preso com 33 buchas de maconha e celular dentro da cueca

Um homem foi preso pela Polícia Miliar de Lafaiete na manhã de terça-feira (11), transportando drogas e um aparelho celular de procedência duvidosa, dentro da cueca. Ele também foi acusado de ter agredido sua companheira (gestante), motivo pela qual motivou a mobilização do militares até sua residência, localizada no bairro Jardim América.

PM capturou suspeito fugindo, tentando pular muro, sendo dada em seguida ordem de prisão (DIVULGAÇÃO)

Sendo que há poucos dias policiais militares haviam sido solicitados a comparecer no mesmo endereço em averiguação de denúncia de tráfico de drogas,, tendo ele naquela data mandado sua esposa “calar a boca” quando da presença dos militares no local. Além disso; a PM recebeu diversas denúncias dando conta de que o jovem (18 anos) realizava tráfico de drogas em frente a uma escola que ca próxima a residência dele.Testemunhas relataram que as agressões que a vítima sofria eram realizadas em um outro imóvel, de onde teriam ouvido uma mulher gritar por socorro, porém não souberam precisar o local exato dos fatos.

A equipe policial foi até a casa do suspeito, e ao chegarem em frente a residência dele os militares visualizaram quando o jovem chegou na janela e depois tentou se esconder, sendo realizado uma tentativa de contato com a companheira do suspeito, tendo os militares chamado pelo nome dela a fim de averiguar a denúncia de agressão, porém eles não foram atendidos.

Diante da situação, os policiais foram até os fundos do imóvel e, ao chegarem próximo a um muro visualizaram o suspeito fugindo, tentando pular um outro muro, sendo dada ordem de parada e ele obedecido e deitado ao chão. Durante busca pessoal, foi localizado dentro da cueca dele um envólucro de plástico branco, amarrado, contendo 33 buchas de maconha prontas para serem vendidas, bem como, certa quantia em dinheiro e um telefone celular.

Foi solicitado a ele o desbloqueio do celular para saber se de fato era o proprietário, entretanto ele confessou não ser o dono do aparelho, alegando ser de propriedade de sua companheira (vítima). Durante a verificação no aparelho foi constatado que na tela principal havia uma foto de um homem com grande quantidade de dinheiro nos braços, provavelmente oriundos de atividades ligadas ao tráfico de drogas realizadas por meio de aplicativos, o que levou os militares na suspeição quanto a origem do aparelho e se pertencia de fato a sua companheira, uma vez que ela teria saído de casa e não levou o celular, sendo que o mesmo foi localizado escondidos nas partes íntimas do autor.

Foi realizado buscas na residência do suspeito, porém nada de ilícito foi localizado no imóvel. Ele foi preso e conduzido à delegacia de polícia, juntamente com os materiais apreendidos (Vertentes das Gerais).

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *