José Walter: “nosso governo será participativo e de portas abertas”

Nem bem comemorava a vitória nas urnas, o prefeito eleito de Entre Rios, José Walter Aguiar Resende (PSB), já estava em pleno trabalho de contatos em busca de recursos para sua cidade natal.  Nos últimos 45 dias, ele esteve em Brasília, no Encontro Nacional de Prefeitos, promovido pela Confederação nacional de Municípios.

O novo prefeito também manteve conversas com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), através do deputado federal, José Silva (PR) buscando apoio ao plano de desenvolvimento da agropecuária de Entre Rios.

José Walter também participou do encontro do Conselho dos Secretários Municipais de Saúde de Minas Gerais. O COSEMS/MG é uma entidade civil que tem por finalidade lutar pela autonomia dos municípios, congregar os gestores dos serviços municipais de saúde.

Na semana passada, José Walter esteve no encontro de prefeitos eleitos de Minas, promovido pela Associação Mineira de Municípios (AMM). Ele também participou de um jantar juntamente com inúmeros prefeitos com o Governador Fernando Pimentel (PT).  José Walter também se reuniu com o deputado estadual lafaietense Glyacon Franco (PV).

Do deputado federal, Wadson Ribeiro, o prefeito eleito conseguiu uma emenda parlamentar para a aquisição de um trator agrícola. “Esses contatos ganham importância para nossa cidade em busca de recursos. Nosso governo está em ação constante para aproximar Entre Rios dos governos estadual e federal”, afirmou José Walter.

Secretariado

Pelo menos 8 novos secretários já foram anunciados pelo futuroprefeito (veja quadro com os nomes). Segundo José Walter, ele estuda fundir a pasta de assistência social com a saúde.

O novo secretariado do Zé Walter
O novo secretariado do Zé Walter

O critério da escolha da nova equipe foi capacidade, experiência, honestidade e perfil de alinhamento com as propostas do novo governo municipal.

Reforma administrativa

Um das mudanças a serem implementadas pelo novo governo será uma mini reforma administrativa com o objetivo racionalizar os recursos humanos. “A máquina não está inchada, mas precisamos encontrar as pessoas certas em seus lugares”, disse.

Hoje a prefeitura tem cerca de 400 funcionários, destes 175 são efetivos, 22 são comissionados e 187 são contratados. “Assim que tivermos um raio x da administração vamos analisar a estrutura do quadro de pessoal. Mas tudo com muito respeito ao servidor público”, frisou José Walter e adiantou que haverá substituições quando necessárias. Hoje a prefeitura trabalha no limite de gastos com funcionalismo, conforme determina legislação, ao em torno de 51% da receita. Outra iniciativa em estudo será eliminar os cargos de chefes de departamentos (2]º escalão), enxugando a máquina.

Equipe de transição

O prefeito eleito já nomeou a comissão de transição que já se debruça no estudo minucioso da situação de todas as secretarias. “Já queremos a máquina funcionando desde o dia 1º de janeiro e para tal estamos em pleno estudo da situação que vamos herdar. O que espero é que esteja em boas condições financeiras e contábil e com os veículos em bom estado já para trabalharmos em prol da população”, analisou.

Prioridades

José Walter enumerou as obras prioritárias em sua gestão. Uma delas é a conclusão da rodoviária. Para isso a nova administração fará um estudo da situação em se encontra a obra inacabada.

A pavimentação da avenida Tiradentes e do entorno da creche municipal está nos planos da futura administração. O prédio da creche encontra-se com infiltrações. O término do parque de exposições e seu acesso também estão no radar do governo.

Outra prioridade é levar rede de esgoto as comunidades rurais, como Serra e Castro, e as inúmeras residências na cidade. Calcula-se que mais de 20% das habitações urbanas não tem este serviço básico.

A construção da estação de tratamento de esgoto é uma dos principais objetivos. “Queremos tratar todo o esgoto de nossa cidade. Isso é qualidade de vida e mais saúde”, disse. Outra prioridade será a constante manutenção das estradas rurais. “Vamos melhorar a vida dos produtores rurais. Queremos uma equipe de conservação das estradas”, afirmou.

Transparência

Um dos lemas da campanha de José Walter foi a transparência.  Para isso vai tornar acessível em linguagem popular os balanços da prefeitura, contrados, licitações, receita, despesa e inúmeras informações que estarão no Portal da Transparência. Ele será um instrumento de controle social.

Prefeitos visitaram o Hospital essa semana e conheceram de perto a estrutura do HCC
Prefeitos visitaram o Hospital essa semana e conheceram de perto a estrutura do HCC

Outra iniciativa será o contato direto com as associações comunitárias e de bairros. Segundo o prefeito eleito a aproximação se efetivará através de reuniões periódicas com as lideranças para buscar informações e ouvir sugestões. Em relação a Câmara, José Walter frisou que será um relacionamento produtivo e de constante diálogo. Já nestes 45 dias pós eleições o novo prefeito articulou sua base na Casa Legislativa.

Saúde e HCC

Segundo o novo prefeito a saúde será o carro chefe da administração. Em relação ao Hospital Cassiano Campolina (HCC) ele disse que vai manter a parceria e buscar ampliação dos serviços.

Sonho realizado

Depois 3 consecutivas eleições nas quais obteve 585, 3.191 e 4.337 votos respectivamente, José Walter foi alçado pela votação expressiva ao comando de Entre Rios. Ele creditou a vitória a identificação dos eleitores a proposta da coligação. “Desde o início fomos focados e determinados, apesar de muitos não acreditarem na nossa vitória. Fizemos uma campanha diferente visando nossas propostas. Nossa vitória foi consequência de nossa persistência e da vontade de contribuir com o crescimento de nossa cidade. Um governo só existe quando procura melhorar a vida das pessoas”, finalizou.

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *