João Paulo denuncia roubo de luminárias no túnel e culpa empreiteira por apagão; vereador cobra rampa de acesso a deficientes

Nossa reportagem comprovou hoje pela manhã o roubo de luminárias no túnel/CORREIO DE MINAS

A recente de falta de iluminação no túnel foi alvo de críticas pelo vereador e líder do prefeito João Paulo Pé Quente (DEM), ontem, dia 15, na sessão da Câmara. Segundo ele, a empresa vencedora da licitação, a construtora “Resende e Nunes” já foi notificada pelo prefeito Mário Marcus (DEM) para imediata iluminação do local.

Por outro lado, João Paulo comentou que na segunda feira, dia 14, as luminárias foram substituídas retornando com a iluminação provisória, porém um dia depois, algumas foram roubadas do local. “É um absurdo. A empresa substituiu as luminárias  porém imediatamente algumas já foram roubadas. O povo tem de zelar pelo seu patrimônio”, disparou.

Na semana passada, usuários criticaram a falta de iluminação quando o túnel ficou às escuras por diversos dias. Nas redes sociais o fato gerou insatisfação e cobranças. O prefeito culpou a empresa pela falta de iluminação do local afirmando que ela a responsável pela obra.

Rampa

O túnel passa por uma reforma na rede elétrica, pintura e colocação de bombas para eliminar as enchentes. Ontem na Câmara, o vereador Pedro Américo cobrou a construção de rampa de acesso aos deficientes perto do camelódromo. “Muitos cadeirantes vão conseguir entrar mas não vão sair já que estão construindo apenas uma rampa. Tem de arrumar um jeito de construir uma nova rampa para entrada e saída. O deficiente que entrar não vai sair pois só tem uma rampa”, assinalou.

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *