Hoje tem a banda Hanoi-Hanoi no ‘Minas ao Luar’ em Ouro Branco

Sucesso no final dos anos 1980, grupo carioca se apresenta no dia 7 de setembro

Localizada na Região Central de Minas, Ouro Branco se prepara para receber o Minas ao Luar. O evento será no dia 7 de setembro, a partir das 20h30, na Praça da Matriz, e terá como atração principal uma das bandas de maior destaque do rock nacional no final dos anos 1980, o Hanoi- Hanoi. Capitaneado pelo cantor, compositor e baixista Arnaldo Brandão, o grupo carioca promete relembrar sucessos, como Totalmente Demais, O Tempo não Para (parceria de Arnaldo com Cazuza), Rádio Blá (sucesso na voz de Lobão), Cheira a Confusão, entre outros. Na mesma noite se apresentam a atração local, Orquestra de Viola Arpejo, e Saulo Laranjeira e Banda Arrumação. A entrada é gratuita.

O Minas ao Luar em Ouro Branco é uma realização do Sesc em Minas, com o apoio da Globo Minas e parceria da Prefeitura de Ouro Branco e do Sindicomércio Congonhas.

SOBRE AS ATRAÇÕES

 Hanoi-Hanoi: formado em 1985 por Arnaldo Brandão, o Hanoi-Hanoi lançou seu primeiro álbum em 1986 e estoura nas rádios com Totalmente Demais, Blá, Blá, Blá… Eu te Amo (Radio Blá) e Nem Sansão Nem Dalila. Ao todo, o grupo lançou seis álbuns, sempre muito bem recebidos por um grande número de fãs. A qualidade musical e poética das canções de Arnaldo Brandão e Tavinho Paes, fazem com que a banda continue na estrada, mesmo estando fora da grande mídia.

Além dos seus sucessos da época, o Hanoi-Hanoi apresenta neste show, versões de hits dos anos 1980, sem esquecer canções de Raul Seixas, com quem Arnaldo gravou e tocou ao vivo.

Saulo Laranjeira e Banda Arrumação: Natural de Pedra Azul, no Vale do Jequitinhonha, Saulo Laranjeira é um artista plural. Ator, cantor, apresentador e humorista, sua versatilidade pode fazer rir ou emocionar. Notável por interpretar com belas nuances a música popular brasileira, Saulo transita entre o imaginário popular e a criação estética. Suas apresentações resgatam a aura das cantorias, dos saraus poéticos e dos grandes festejos e festivais nacionais.

Orquestra de Viola Arpejo: fundada em Ouro Branco, no ano de 2016, a orquestra é composta por 112 integrantes. Já realizou apresentações em várias cidades do estado, como Barbacena, Belo Horizonte, João Monlevade, Juiz de Fora, Sabará, entre outras. Participou do encontro 1000 Violas o maior evento dedicado à viola do mundo, registrado pelo Guinness Book. Com seus espetáculos, a Orquestra de Viola Arpejo pretende manter a tradição da viola raiz em Minas Gerais.

SOBRE O ‘MINAS AO LUAR’

O Minas ao Luar é um projeto do Sesc em Minas de valorização da música brasileira e das culturas populares tradicionais, por meio de apresentações artísticas gratuitas e de qualidade, para toda a família, promove o diálogo e intercambio com as manifestações culturais tradicionais locais e as leituras contemporâneas.

Desde a primeira edição, foram centenas de apresentações em mais de 200 municípios, dentro e fora de Minas Gerais, contabilizando um público superior a 2 milhões de espectadores. Todo esse sucesso já rendeu a produção de três discos – Minas ao Luar: Canções 1; Minas ao Luar: Canções 2 e Minas ao Luar 3: Minas ao Luar: Canções 3 – e um livro, com letras e cifras para acompanhamento em violão, o Minas ao Luar: Canções. Além disso, o Sesc lançou, em dezembro de 2014, o primeiro DVD do projeto: Minas ao Luar: ao vivo no Sesc Palladium, que é distribuído, gratuitamente, nas apresentações, como acontece com os três discos e o livro produzidos anteriormente.

SERVIÇO

Minas ao Luar em Ouro Branco

  • Data: 7 de setembro de 2019 (sábado)
  • Atrações: Hanoi-Hanoi; Saulo Laranjeira e Banda Arrumação; e Orquestra de Viola Arpejo
  • Hora: a partir das 20h30
  • Local: Praça da Matriz, Centro Entrada gratuita
Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *