Greve de funcionários fecha Parque da Cachoeira em Congonhas

O Parque da Cachoeira está fechando em pleno verão de janeiro.

O Indicador Congonhas entrou em contato com o atendimento do Parque e foi informado que os funcionários que cuidam da limpeza do local teriam entrado em greve e por isso o local não estaria em condições de uso.

Com calor e indignação, moradores da cidade de Congonhas reclamam sobre a situação na internet.

Emerson Leal desabafou “Inexplicável Congonhas e a falta de vergonha na casa. Como é que pode? A cidade tem 2 verdadeiros pontos turísticos. Um é a Basílica com a Romaria. O outro é o Parque da Cachoeira. Isso porque, infelizmente, nossos governantes não enxergam, ou não querem enxergar, mais potencial turístico para a cidade! Mas enfim, não bastasse a limitação do Turismo, a Prefeitura ainda me tem a audácia de deixar fechar o Parque em plenas férias, num calor infernal! Estou de férias e estava me preparando para ir para lá e acabei de ficar sabendo que devido à falta de pagamento da empresa contratada para a limpeza, absurdamente, o Parque está fechado.Então quer dizer que se eu quiser fazer alguma coisa que envolva água, tenho de “turistar” em outras cidades? Será que é falta de dinheiro, ingerência, ou falta de vergonha na cara? Vergonha pelos poucos turistas que estão indo até lá à toa! Vergonha por falta de gerência da administração para a própria cidade!”.

Joice Mara escreveu “Vergonha. Com este calor o parque das cachoeiras não esta funcionando, porque as piscinas estão sujas. A empresa contratada pela prefeitura para fazer o serviço de limpeza do local não está pagando o salario para os funcionários, que trabalharam o mês todos em dias de sol e chuva e não estão recebendo. Alô autoridades os funcionários dessa empresa precisam receber, muitos dos funcionários não estão tendo o que comer dentro de casa porque trabalhou e não recebeu. Autoridades olhem por estes trabalhadores que trabalham porque precisam, eles precisam receber e nos precisamos do parque das cachoeiras funcionando novamente, vergonha, vergonha, vergonha!”.

Fonte:Indicador Congonhas

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *