Governo Municipal de Congonhas intensifica limpeza e desobstrução de vias após chuva forte

Defesa Civil divulga balanço dos danos causados pelo temporal dessa segunda-feira, quando foram registrados chuvas com volume de 113 mm e ventos de 60 km/h.

Após uma forte chuva atingir Congonhas na tarde dessa segunda-feira, 2, a Prefeitura, por meio da Diretoria de Obras e Manutenção Urbana, começou a executar o serviço de limpeza por toda a cidade. Os trabalhos continuam nesta terça-feira, em um mutirão de varrição e recolhimento de lama, árvores e galhos que estão obstruindo as pistas. A equipe já passou por diversos pontos, como Vila Andreza, Basílica e estrada de Casa de Pedra. Já a Defesa Civil do Município está fazendo vistorias nas casas que tiveram suas telhas arrancadas e dando suporte à população.

Segundo o coordenador da Defesa Civil, Vagner Cordeiro, os impactos na cidade foram causados, principalmente, pela força do vento. Ele explica, ainda, que não há risco de enchente e que alguns pontos ficaram alagados porque a água retornou pelas bocas de lobo. Por isso, é importante que a população não jogue lixo e entulhos nos bueiros e rios. Quanto à segurança, recomenda: “Se perceberem que há algum risco de queda, os moradores devem sair de casa e acionar a Defesa Civil”.

De acordo com balanço da Defesa Civil, houve, nas últimas 24 horas, precipitação de 48,95 mm registrados no pluviômetro localizado no bairro Dom Oscar, 21,17 mm no do Alto do Cruzeiro, 21,2 mm no pluviômetro no da área central e 21,63 mm no pluviômetro no do Joaquim Murtinho. Foram registrados ventos de aproximadamente 60 km nas partes altas da cidade. Como efeito, houve 34 destelhamentos parciais, 4 destelhamentos de coberturas totais, 3 deslizamentos de talude, 2 pontos com risco de deslizamentos parciais, 2 pontos de desabamento parcial, 1 desabamento causando lesão em 2 pessoas, que foram conduzidas para UPA 24h e 4 ocorrências de alagamento de rede fluvial. Ocorreram também quedas de várias árvores, prejudicando o acesso às vias. Vários bairros ficaram sem energia elétrica. A Defesa Civil realiza vistorias nestes locais afetados, tomando as medidas necessária para restabelecer a normalidade na cidade. O órgão municipal irá encaminhar o relatório referente aos danos nas residências para a Secretaria de Habitação e os causados a espaços públicos para a Secretaria de Obras, para as devidas providências.

O Governo Municipal conta com um Plano de Contingência, que envolve setores da Prefeitura, como a Secretaria de Gestão Urbana (através da Defesa Civil Municipal: monitoramento e vistorias); Secretaria de Obras (pessoal e maquinário); Secretaria de Educação (cessão de prédios das escolas municipais para servirem de abrigos); Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social (distribuição de alimento, vestimentas e roupa de cama, encaminhamento de possíveis vítimas à rede de saúde para atendimento); Secretaria de Saúde (atendimento médico); e Secretaria de Comunicação e Eventos (cobertura jornalística nos locais atingidos e veiculação das notas oficiais).

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *