Ex procurador faz desabafo e lança críticas contra adversários políticos

Wellington Menezes

O ex procurador Wellington Menezes fez um desabafo após a sentença afirmando que foi vítima de um grupo político e quer reparação da danos. “Durante mais de 7 anos eu e minha família fomos execrados e agora a verdade veio a tona. Já entrei com reparação de danos morais contra a União e vou aguardar para entrar contra a Câmara”, justificou.
Menezes disse que a decisão de contratar o advogado especializado Walzemir José Duarte foi acertada e legal. “Foi demonstrado que estávamos corretos e o município ganhou R$18 milhões com a decisão. Isso representava um terço do orçamento à época. Por isso o Júlio teve condições de fazer diversas obras. Eu faria tudo novamente”, comentou.
Wellington não deixou de criticar os dois principais protagonistas da CPI em 2008. “O Ivar e o Glaycon, hoje prefeito e deputado, respectivamente, sabiam que o governo nosso ia muito bem e tentaram nos desestabilizar. Os dois sabiam que seríamos vitoriosos no pleito seguinte. Montaram um esquema apenas para se projetarem. Esta famigerada CPI tem de ser revista”, cobrou. Menezes lamentou que o ex prefeito Júlio Barros tenha movido uma ação contra ele imputando-lhe responsabilidade na contratação de Walzemir. “Sempre me defendi sozinho nos últimos 7 anos”, concluiu.

Foto:arquivo

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *