Eleições 2020: Rio Espera e Caranaíba devem repetir a disputa de 2016

Enquanto pipocam inúmeros pretendentes no balão de ensaio para as eleições na região, duas cidades apontam para a polarização política em 2020 e devem repetir o cenário de 2016, quando os nomes vão para um novo confronto. Rio Espera é famosa por abrigar inúmeros fabricantes de cachaça mineira como se destaca pelo seu acervo de imponentes igrejas, uma delas, Nossa Senhora da Piedade, com antigas imagens esculpidas pelo mestre Aleijadinho que teria morado no Município. As velhas fazendas com suas senzalas remetem ao período colonial. Com suas peças sacras, imagens barrocas e móveis e objetos da época, elas transportam os turistas ao passado. Aos amantes da natureza, a cidade reserva deliciosas cachoeiras.

Neste cenário de cultura e religiosidade, dois candidatos caminham para repetir a disputa de 2016, Lúcio Marcos da Silveira, mias conhecido como “Marquinhos Matipó” (PR), é o candidato natural a reeleição e seu concorrente, ao que tudo indica, será Márcio Miranda (MDB), o Márcio da Tia Ana. As movimentações políticas e articulações dos grupos rivais apontam para o “tira teima” entre as duas lideranças.

Rio Espera sempre assistiu a disputas com resultados apertadíssimos, o que deve ser o cenário para 2020.

Em 2016, Matipó venceu Márcio pela diferença de apenas de 19 votos. Em 2012, Matipó perdeu as eleições para Marcílio Miranda (MDB) por apenas 50 votos. Em 2020, os quase 5 mil eleitores vão definir o futuro da simpática e acolhedora Rio Espera, povo que tem na religiosidade um dos seus principais atributos na identidade cultural

Caranaíba: Bellavinha e Fabinho voltam a duelar em 2020

Foi como povoado de Nossa Senhora da Glória de Queluz ou simplesmente Glória de Queluz que nasceu a Caranaíba de hoje.

CaranaíbaNo ano passado aconteceu o plantio na praça central de um muda de carnaúba, espécie nativa que empresta seu nome ao Município, até então bastante desconhecida na história local. Etimologicamente o nome indígena CARANÁ-YBA significa “Palmeira Carnaúba”. Foi graças um esforço de muitos cidadãos e uma parceria com o Instituto Inhotim que dois exemplares raros da espécie chegaram a cidade e Caranaíba resgatou uma parte de sua identidade para as futuras gerações. Em 2019, o Município comemorou 101 anos de Glória para Caranaíba.

Mas a paixão pela política movimenta os bastidores e os grupos se articulam. Ao que apontam as conversas e a opinião pública, a cidade deve reeditar no ano que vem o confronto de 2016. À época, Marcos Bellavinha (PPS) venceu pela 3ª vez o pleito ao bater Fabinho (PMDB) por uma diferença de quase 18%, configurando uma diferença de 492 votos.

As eleições de 2012 foram mais apertadas quando o grupo que comanda a cidade atualmente perdeu as eleições, depois de 2 mandados consecutivos de Marcos Bellavinha. quado Lili (PT) venceu Edmar (PPS) por 180 votos.

Em 2020, os mais de 2 mil eleitores terão uma nova chance de eleger o novo comandante do Município. A disputa promete!

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *