Cristianense derrota o Aliado e sai a frente na decisão da Vertentes

Terminou no final tarde de hoje, dia 8, a primeira partida da final da Taça Vertentes 2018. O Cristianense, jogando em Cristiano Otoni, bateu o Aliado, de Santana dos Montes, por 1 a 0, com um gol do atacante Tifá, aos 5 minutos da segunda etapa. O  jogo de volta deve acontecer o próximo dia 29, já que no próximo domingo, dia 15, acontece a final da Copa do Mudo. O  Cristianense joga pelo empate para levantar o 3º título da cobiçada Taça Vertentes, o maior torneio regional.

Clubes entraram em campos juntos mostrado que o esporte como fator de integração e amizade

Jogando em seus domínios, o Aliado vai precisar da força de sua torcida, que vai encher o estádio em Santana, para reverter o placar. O time precisa vencer e forçar a prorrogação de 30 minutos e, se persistir um empate, a decisão será definida nos pênaltis. Não há critério de saldo de gols.

O jogo

O palco da decisão foi o Estádio Geraldo Magela tomado por torcedores. Os times entraram em campo com camisas bem idênticas em vermelho e branco, cores tradicionais das duas equipes.

O jogo começou truncado e com poucas chances de ambos os lados. Aos 13, Júlio, do Aliado, recebeu a bola de um cruzamento e chutou para fora, desperdiçando o gol. Aos 28, Tifá, do Cristianense, recebeu uma bola lançada e cabeceou para a bela defesa de Juniel, a melhor da 1ª etapa.

Segunda etapa

Público lotou estádio do Cristianense para torcer para a equipe local

Veio o segundo tempo, o Cristianense tomou a iniciativa do jogo. Aos 5 minutos, em um lance a área, a bola sobrou para Tifá abrir o marcador. Em desvantagem até aos 20 minutos, o Técnico Boi, do Alaido, fez 3 substituições para tornar mais ofensiva sua equipe.

O Cristianense dominava o jogo e Dunguinha entrou na área sozinho pela esquerda e chutou em cima de Juniel, perdendo chance de ampliar o placar. Aos 28, em uma triangulação dos jogadores, a bola sobrou de fora da área e atacante Caixeta chutou por cima do gol.

Aos 31, o Aliado fez a 4ª primeira substituição saindo Adelino e entrando Paulo Henrique dando mais força ao ataque. Aos 33, Eli, presidente do Aliado, foi expulso de campo por reclamação pelo Juiz Antônio Carlos, o Toninho.

O Cristianense seguia o ritmo mais intenso e o Aliado saía apenas no contra ataque. Aos 39, o lateral Aislam, do Cristianense, perdeu chance chutado por cima do gol. Aos 45, os refletores do estádio foram acesos e aos 48 minutos, Caixeta deixou o campo substituído por Elias.

Aliado precisa reverter placar adverso para conquistar o tetra da Vertentes

Com as constantes catimbas dos jogadores, houve acréscimos de 6 minutos. A partida foi limpa com poucas faltas e dois cartões amarelos para os dois times. O experiente árbitro Toninho teve um bom desempenho deixando o jogo correr e não comprometeu o placar final, sem lances polêmicos.

O Cristianense fez o dever de casa e transferiu a responsabilidade ao Aliado, mas tudo pode acontecer. E não vai falar emoção. O Aliado busca o tetra e o Cristianense o tricampeonato da Taça Vertentes.

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *