Conselho de Saúde cobra devolução de mais de R$ 880 mil por má aplicação de recursos

No final do ano passado, o Conselho Municipal de Saúde (CMS) aprovou por unanimidade a Resolução nº48 em que cobra a devolução de R$880.258,08 por má aplicação dos recursos na área. As irregularidades se referem as duas últimas administrações

A justificativa em que se baseia a resolução aponta que R$867.104,08, recursos do Programa Saúde em Casa, que deveriam ser aplicados na atenção primária foi desviado para a construção das Unidades Básicas de Saúde dos Bairros Albinópolis e Belavinha. Este caso aconteceu na gestão do tucano José Milton.

Já o ex prefeito Ivar Cerqueira (PSB) foram aplicados pouco mais de R413 mil da atenção básica para pagamento de hospedagem de medidos do “Programa Mais Médicos” e pagamento de aluguéis. A resolução já foi encaminhada a Procuradoria do Município após levantamento do Conselho de Saúde que determinou que os recursos sejam depositados na conta da Atenção Básica. O prazo para cumprimento da resolução terminou em fevereiro de 2017.

O Conselho de Saúde já confirmou que notificará o Ministério Público para que exija a devolução dos mais de R$880 mil e aplicados ma atenção Básica.

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *