Congonhas se engaja na Campanha da Fraternidade pela valorização da vida e defesa do meio ambiente

Cartaz da Campanha da Fraternidade 2017/ Divulgação

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) abre oficialmente, nesta Quarta-feira de Cinzas, dia 1° de março, a Campanha da Fraternidade 2017. O tema deste ano é “Fraternidade: biomas brasileiros e a defesa da vida” e o lema “Cultivar e guardar a criação”. Ambos estão ligados ao capítulo 3 do livro dos Genesis. Segundo o pároco da Igreja Nossa Senhora da Conceição, Padre Paulo Barbosa, o objetivo da campanha é lembrar as pessoas de guardarem e cultivarem a vida. “Esta campanha visa a união do povo a favor da vida. Durante todo o ano, a Campanha da Fraternidade se reflete nas celebrações da Igreja Católica”, explica.

A proposta da CNBB é dar ênfase à diversidade de cada bioma e criar relações respeitosas com a vida e a cultura dos povos que neles habitam, especialmente à luz do Evangelho. Ainda de acordo com a CNBB, a depredação dos biomas é a manifestação da crise ecológica que pede uma profunda conversão interior.

Quanto a Quaresma, o pároco da Matriz de N. Sra. da Conceição diz que o tempo é de reflexão e encontro com Deus. “Nesta época, a pessoa tem uma intimidade maior com o Senhor Jesus. Cada um de nós precisamos ser ainda mais caridosos e jejuar juntamente com a oração”, recomenda.

Uma grande celebração está programada para esta quarta-feira, às 19h, na praça da Matriz dando início a Campanha da Fraternidade 2017, quando o cristão irá receber as Santas Cinzas e o sacerdote pronunciará a seguinte frase: “lembra-te homem, que tu és pó e em pó te hás de tornar”.

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *