Começam os preparativos para o 17º Festival da Quitanda de Congonhas

Este ano, a festa será realizada no dia 21 de maio na Romaria. No dia anterior, 20, acontecerá a Noite dos Caldos e Violas.

A primeira reunião dessa quarta-feira, 22, entre a equipe da Secretaria de Cultura com as mais de 30 quitandeiras que participarão do Festival da Quitanda/2017 definiu o período de inscrições das receitas concorrentes, a data de um treinamento que todas as participantes receberão, entre outros detalhes do evento que apresenta deliciosos quitutes de forno e fogão, regados ao melhor do cancioneiro regional. Este ano, a festa será realizada no dia 21 de maio na Romaria. No dia anterior, 20, acontecerá a Noite dos Caldos e Violas.

Durante a reunião, ficou definido o período entre 3 e 6 de abril para as inscrições das quitandas concorrentes nas categorias “Prata da Casa” (melhor quitanda de Congonhas), “Quitanda Regional” (melhor quitanda dentre as demais cidades participantes), “Comércio Especializado” (melhor quitanda dentre as padarias, confeitarias e supermercados participantes) e “Melhor Stand” (melhor ornamentação da barraca).

O dia 5 de abril ficou reservado para um treinamento ministrado pela bióloga, consultora e instrutora em Gestão da Qualidade e Segurança dos Alimentos, Adriana Lara, que instruirá o grupo sobre as boas práticas na elaboração dos alimentos, além de ajuda-las com técnicas de vendas e decoração dos stands no intuito de atrair mais público.

A reunião definiu ainda detalhes das intervenções que visam a divulgar o Festival da Quitanda em cidades como Belo Horizonte e Conselheiro Lafaiete, por exemplo. Nessas ocasiões, além de contar a história da cidade e do evento, as quitandeiras servem ao público produtos típicos do festival.
Este ano, o Caderno de Receitas será especial. Ele reunirá as receitas vencedoras aas 16 edições interiores.
Um dedinho de prosa e uma xícara de café não vão faltar no 17º Festival da Quitanda e serão o acompanhamento perfeito para os deliciosos quitutes feitos pelas talentosas mãos das quitandeiras de Congonhas e região.

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *