Codap realiza o 1º Encontro Regional de ONG´s do Alto Paraopeba

O Encontro realizado pelo Consórcio Público para o Desenvolvimento do Alto Paraopeba (CODAP), na Câmara Municipal de Conselheiro Lafaiete, na noite desta quarta-feira (27/04), reuniu diversas entidades e vereadores dos municípios consorciados. O intuito foi apresentar às ONG´s o Programa de Controle Ético de Natalidade de Animais de Pequeno Porte, conhecido popularmente como Castramóvel, adquirido no final de 2018, através de uma emenda parlamentar do deputado estadual, Glaycon Franco.

Estiveram presentes os representantes das ONG´s que atuam em defesa da causa animal: ALPA, de Conselheiro Lafaiete; APARC, de Congonhas; Recanto dos Animais, de Ouro Branco; Anjos de Quatros Patas, de São Brás do Suaçuí; e ainda um representante de Cristiano Otoni que ainda não possui uma ONG formalizada.

A médica veterinária e Responsável Técnica da ALPA, Carla Sássi, contribuiu com informações referentes à legislação vigente e ao procedimento correto para o manejo humanitário de cães e gatos. Ela destacou que há excesso populacional de animais e apontou como principais causas a falta de informação/educação, de recursos financeiros, de responsabilidade do cidadão enquanto guardião de cães e gatos, o cruzamento forçado, a reprodução descontrolada de animais soltos, entre outras.

A veterinária destacou ainda a forma como a ONG trata o problema, por meio do desenvolvimento das ações no projeto Quem Ama Castra, que já completou 5 anos de implantação. “Este é um caso de sucesso. Neste período, mais de 15 mil animais foram esterilizados gratuitamente em Conselheiro Lafaiete”, informa.

excesso populacional de animais é um dos principais problemas enfrentados pelos Municípios da região/REPRODUÇÃO

A integrante da ONG Recanto dos Animais, criada em 2012, em Ouro Branco, Camila Cangussu, lembrou as medidas já implementadas pela entidade, como atividades educativas, os regastes e feiras de adoção, as castrações cirúrgicas e as políticas públicas de controle de animais. Tratou ainda do Projeto Cão e Gato Comunitário, instituído pela Lei Nº. 2.315, de 7 de Março de 2019. Alunos de algumas escolas aproveitaram a oportunidade para cuidarem de animais, oferecendo a eles alimentação, higiene e carinho.

O representante da APARC, Márcio dos Reis, apresentou o trabalho que está sendo desenvolvido em Congonhas, destacando o socorro aos animais e a dedicação dos voluntários da equipe.

Já Neiva Oliveira, representante da ONG Anjos de Quatro Patas, de São Brás do Suaçuí, apresentou como desafiadora a situação relativa à população de cães e gatos daquela cidade e conclamou o poder público local e a comunidade para, juntos, superarem o problema.

A diretora administrativa do CODAP, Fabiana Rodrigues, explicou aos participantes do encontro que o objetivo do programa criado e em fase de implementação pelo CODAP e seus parceiros é realizar campanhas de esterilização em massa de cães e gatos através de unidade móvel, conhecida como Castramóvel, nos municípios consorciados. Ela ressaltou a importância das campanhas educativas, que visam inclusive à adoção responsável. “Como foi apresentado pelos representantes das ONG’s, a maioria dos municípios apresentam problemas com o número de animais de rua e a castração é uma forma de conter esse aumentos, evitando inclusive problemas de saúde pública. Essas ONG´s, que já cumpriam papel importante em suas áreas de atuação, agora  serão nossas parceiras e terão um papel fundamental neste trabalho coordenado pelo CODAP”, completa.

O início das atividades do Castramóvel está previsto para maio de 2019. O CODAP aguarda somente a aprovação do projeto pelo Conselho Regional de Medicina Veterinária-CRMV.

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *