Cine Ritz inaugura sala em grande estilo, valorizando a cultura, o potencial econômico e promovendo o lazer dos lafaeitenses

 

Um espaço moderno e  amplo para 200 pessoas, confortável, aclimatizado, de bom gosto e equipamentos com projeção de alta tecnologia A rede Afa Cinemas promoveu ontem a noite a sessão inaugural do Cine Ritz Lafaiete com a exibição pela primeira vez na cidade de um filme em 3D,  “A Missão Impossível”. A sala foi tomada por cinéfolos, autoridades, amantes da sétima arte, parceiros, empresários e a imprensa.

Renato Zebral, junto aos empreendedores, relembrou a história do cinema em Lafaiete e saudou seu pai, Geraldo Zebral

Coube Renato Zebral,  filho do saudoso Geraldo Zebral, um dos precursores do cinema em

O prefeito Mário Marcus elogiou ols empresários que instalaram a sala em Lafaiete e apostaram no potencial da cidade

Lafaiete, um breve discurso relatando um pouco da história da sétima arte na cidade.

Onde funciona a sala do Cine Ritz, na Praça Tiradentes, é carregada de história e simbolismo, já que foi o último cinema em Lafaiete, o Cine Glória, extinto há mais de 3 anos. Renato contou que seu pai chegou a possuir 4 salas (Central, Glória, Regina e Avenida) na década de 60. “Meu pai começou como carregador de carga, um tipo de rolo de filmes e aos poucos foi crescendo e chegou a possuir 2 cinemas nos tempos áureos além de mais duas”, recordou. Ele contou que foi os cinemas que muitos casais se conheceram.

Plateia assistiu em 3D o filme “Missão Impossível”, em sessão inaugural

Em seguida, Renato, cujo imóvel pertence a seu irmão, elogiou o espírito de persistência, perseverança e de empreendedorismo dos empresários que possuem mais de 40 salas espalhadas em Minas, São Paulo e no Espírito Santo. “A sala em Lafaiete não perde em nada para outras dos grandes centros. Temos aqui o de melhor na exibição de filmes”, observou. Segundo ele, os lançamentos da indústria cinematográfica mundial estarão sendo exibido em Lafaiete.

O prefeito Mário Marcus (DEM) saudou a chegada dos investimentos que chegam a Lafaiete citando a instalação da sala cujo valor consumiu cerca de R$1 milhão e a obra durou cerca de 90 dias. “Em meio a crise por que passam os municípios, Lafaiete vive um outro cenário com a atração de investimentos em segmentos como supermercados, hotelaria e universidades. E agora muitos jovens que ainda não tiveram a oportunidade de assistir a um filme no cinema contam com mais este lazer de acesso a uma sala moderna e bem equipada, fruto do espírito de seus empreendedores”, sintetizou.

Segundo ele, a abertura da sala foi saudada pelo fomento a economia, valorização cultural e um espaço de lazer e entretenimento. “Os empresários apostaram e acreditaram no potencial de Lafaiete”, finalizou.

Abertura ao público

Hoje, dia 16, o cinema abre suas portas a população com 4 sessões. Às 15:10 e 17:00 horas será exibido “Hotel Transilvânia. Já às 18:50 horas e 21:30 horas será vez do filme “Missão Impossível 6”.

Confira as fotos na galeria:

a (2) b (2) d (2) h (2) c (2) e (2) g (2) f (2) j (1) i (1)

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *