Casal é preso com drogas no Paulo VI após denúncias anônimas; traficância era feita em casa em meio aos filhos

No dia 14, por volta das 23:35 horas, um casal foi preso pelo crime de tráfico de drogas. PM chegou aos fatos após várias denúncias sobre o intenso movimento praticado na residência dos autores, situada na Rua Maria Damásio Faria, Bairro Paulo Sexto.

Inicialmente, os policiais se deslocaram para as imediações do imóvel e estrategicamente posicionados, observaram a grande movimentação de pessoas na residência, sendo que as mesmas eram sempre atendidas pelo morador da casa que, após rápida conversa, recebia algo de tais pessoas e as entregavam pequenos objetos, aparentemente, entorpecentes.

Diante da atitude suspeita e indícios característicos de tráfico de drogas, os Policiais Militares aguardaram o momento oportuno para efetivar a abordagem do morador. Na ocasião, quando o suspeito foi visto retornando ao portão da residência, a equipe policial posicionou-se para efetuar a sua abordagem. Nesse instante, o morador, percebendo a presença da equipe policial, rapidamente correu para o quintal da residência, porém, foi alcançado ainda na porta da sala, local onde os Policiais Militares visualizaram que haviam uma balança de precisão e um pedaço de substância similar à maconha.

Nesse ínterim, a sua companheira, saiu do interior de um dos cômodos da casa e, bastante exaltada, tentou impedir a ação policial, gritando e empurrando os militares. Em seguida, ela rapidamente dirigiu-se para outro cômodo do imóvel, onde em uma tentativa de não ser flagrada, retirou disfarçadamente um objeto de uma bolsa e o jogou no interior de um guarda-roupas.

A atitude da mulher foi visualizada por um dos policiais que verificou que o tal objeto tratava-se de várias cédulas que estavam enroladas, formando um maço, totalizando a quantia de R$2.700,00. Próximo ao local estava uma sacola contendo em seu interior uma porção com tamanho considerável de maconha, uma pedra bruta também com tamanho considerável de crack, uma porção de substância de cocaína, além de três pedras menores de substância de crack e diversas sacolas de chup-chup, comumente utilizadas para embalar drogas.

Na sequência, a mulher ainda deslocou-se rapidamente em direção à cozinha e, tentando desviar a atenção dos Policiais Militares, abriu a geladeira e em um gesto disfarçado, escondeu outro objeto atrás do fogão. Os militares intensificaram as buscas em todo o imóvel, as quais resultaram no encontro de uma sacola contendo 11 tabletes de maconha, duas barras de maconha, as quais foram encontradas atrás do fogão, tratando-se do objeto que a mulher escondera anteriormente.

Diante do exposto flagrante, o morador informou, na presença da testemunha, que todos os materiais encontrados lhe pertenciam e que realizava o tráfico de drogas há quatro meses. A alegação foi confirmada pela sua companheira. O morador recebeu voz de prisão em flagrante pelo crime de tráfico de drogas e sua companheira, voz de prisão pelo crime de associação ao tráfico de drogas. Ambos foram conduzidos à Delegacia local juntamente com a materialidade apreendida. As declarações dos autores foram registradas em um aparelho celular que também foi entregue na Delegacia de Polícia. Na residência, haviam três crianças, filhas do casal, as quais estavam expostas a todo o material encontrado, visto que estes permaneciam visíveis e acessíveis a qualquer pessoa, não havendo nenhum zelo para impedir o acesso das crianças à essas substâncias.

Foto:Reprodução/ilustrativa

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *