Capela Nova: reportagem repercute e surgem possíveis pré candidatos

Surgem diversos pretendentes na disputa a sucessão municipal/DIVULGAÇÃO

No sábado (24), o CORREIO DE MINAS postou uma matéria sobre o cenários pré-eleitoral em Capela Nova sinalizando a possibilidade de 4 pretendentes. A reportagem repercutiu nos bastidores políticos gerando diversas reações. Em nota o PRB, hoje Republicanos, através de sua presidente Patrícia, informou que a legenda, ao contrário do que foi veiculado, os seus filiados não participam do governo municipal, apesar do tratamento republicano e respeitoso com a administração. “Até o momento a direção de nosso partido não foi procurada pelo atual gestor, portanto, neste momento, não há nenhum tipo de apoio a uma eventual candidatura encabeçada pelo mesmo. Nossas pretensões no futuro pleito são de lançar tanto candidatos à eleição proporcional quanto à majoritária. Composições podem ser alinhadas futuramente, contudo neste momento há uma neutralidade do partido, não possuindo nenhuma ligação com a atual gestão”, afirmou.

Já o PSC, também se manifestou sobre a reportagem através do ex vereador Charles Moreira. “O PSC ao qual sou filiado e me encontro atualmente como presidente do mesmo, sequer foi consultado sobre a possibilidade de apoiar ou não o grupo governista em futuro pleito municipal.Até porque, de acordo com a grande maioria dos filiados, o partido deveria lançar candidatura própria ao cargo de prefeito, decisão que ao meu ver deve ser amadurecida a seu tempo, uma vez que para isso deve haver um consenso, não apenas interno mas também dos partidos aliados e contar, é claro, com aceitação de pelo menos a maioria da população em geral, para só então partir para a tentativa de buscar o maior número de apoio possível dentre os grupos partidários do município. Portanto, ainda que o grupo governista me veja como uma opção para concorrer ao cargo de prefeito, caso Adelmo não queira se candidatar à reeleição, o que, aliás, muito me honra e orgulha, devo constatar que prefiro sim ser uma opção do povo de Capela Nova, e não uma opção arbitrária apenas de um grupo político. De minha parte, gostaria ainda de deixar claro que caso um dia o povo de Capela Nova e o partido ao qual sou filiado permitir em convenção, estarei pronto a participar do pleito eleitoral para atender aos anseios do povo capelanovense e os representar onde quer que seja como meu pai “Djalma de Carvalho Moreira” e meu irmão “Djalma de Carvalho Moreira Junior” o fizeram com a maior honradez”, disse a nota.

Candidatura

O Partido dos Trabalhadores (PT), que elege novo diretório municipal no dia 8 de setembro, tem apenas uma chapa inscrita cujo presidente eleito deve ser Vanderlei Felisberto. Ele disse que é pré candidato a vereador e antecipou que o partido também pode ter candidatura própria em Capela Nova.

Leia mais: Capela Nova: indefinição marca eleições, mas surgem ao menos 3 pretendentes

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *