Barranco cede e mata dono de areal

Areal onde empresario Lafaietense morreu afogado no Rio Piranga/ DIVULGAÇÃO

Nesta segunda-feira, dia 11 de março, por volta das 16:30 horas, militares foram acionados a comparecer  ao Areal Tracajá situado na saída de Piranga para Lafaiete, onde segundo a informações um homem teria afogado.

No local os militares constataram o óbito de um empresario Valdir Vilar Borges mais conhecido como Traca que trabalhava na prospecção de areia no Rio Piranga quando um barranco cedeu e o atingiu.

A perícia técnica da Polícia Civil esteve no local. O corpo foi recolhido e levado ao IML de Lafaiete. Valdir morava em Lafaiete e tinha um sítio em Jeceaba, cidade onde sua esposa é proprietária de uma loja de calçados. Valdir será sepultado hoje, às 16:00 horas em Jeceaba onde era casado.

Ele deixa 5 filhos e era natural de Sinop (MT).

 

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *