Atuação do Castramóvel do Codap e seus parceiros em São Brás do Suaçuí foi um sucesso; 65 animais são castrados

Ação de âmbito regional que trará diversos benefícios para as cidades, o Programa de Controle Ético de Natalidade de Animais de Pequeno Porte, ou simplesmente Castramóvel do Codap (consórcio de municípios do Alto Paraopeba, presidido pelo prefeito Zelinho), prestou os primeiros serviços com equipe própria, esta semana. Ele esteve, esta semana, em São Brás do Suaçuí,, onde foram castrados 65 cãoes e gatos, graças ao trabalho de médicos veterinários, estagiários e auxiliares do Centro Veterinário São Francisco, contratada pelo consórcio, voluntários que estão criando a ONG Anjos de Quatro Patas, além de servidores da Prefeitura local e do Codap. O programa visa ao manejo humanitário e efetivo destes animais, para combater a superpopulação deles, o que é um problema real dos municípios consorciados.

O Castramóvel é uma base móvel que possui o centro cirúrgico adaptado para esterilização dos animais. Ele esteve por três dias estacionado na entrada do Ginásio Poliesportivo Aldemar de Souza, por onde passaram diversos animaizinhos acompanhados por seus tutores.

Fabrício Ferreira dos Santos acompanhou o Teo, filho de uma cadelinha da casa, onde o tratamento dos dois bichinos é VIP, com direito a passeio diário, banho e muito cuidado e carinho. Diz o morador de São Brás: “A castração também é uma forma de cuidado com o animal, porque, no período em que as cadelas entram no cio, nem podemos soltar eles um pouco, que já acompanham alguma fêmea, e nem se lembram da gente mais, só na hora de se alimentar. Depois que é castrado, ele fica mais tranquilo e a gente também, sem falar que previne contra doenças”, que acrescenta: “Essa ideia de os municípios se juntarem pra fazer a castração é que dá resultado, principalmente no caso dos de rua; se só uma cidade fizer isso, não adianta”.

O Pretinho e duas fêmeas, uma que acabou de dar cria e outra que também foi castrada nesta passagem do Castramóvel por São Brás, ficam na porta da casa de Larissa Godinho Araújo. Ela e uma vizinha de frente cuidam deles. Apesar de garantir que Pretinho não é o pai dos cãezinhos que acabam de nascer, Larissa aproveitou para castrá-lo e evitar nova surpresa. A ideia da mãe dela é levar cão e cadela, já castrados, para Belo Horizonte.

Larissa afirma que a população de São Brás é bem a favor da castração dos animaizinhos. “Aqui tem muito cachorro que corre atrás das pessoas, então é importante diminuir o número deles que ficam soltos. Mas nós temos outro problema que é gente de outra cidade que, por saber que tem quem cuide deles na praça, traz os de lá para cá. Essa iniciativa conjunta das cidades vai fazer diminuir a população de animais de lá, e não vai ter pra trazer pra cá, e vice-versa. Tem muito tempo que a gente queria poder contar com um Castramóvel, principalmente para a castração do cachorro de rua, a maioria deles é indesejável, sabemos. A campanha educativa vai ajudar muito também neste processo”, diz aquela que se autointitula uma protetora dos animais de rua.

Juan César Pereira Bastos Pereira Borges levou dois cães para castrar, um dele e outro do tio. “Precisamos colaborar pra diminuir o número de cachorro na cidade, soltar na rua não é alternativa. Um desses dois aqui [mostra] era de rua, apareceu lá em casa, a nossa cadela ficou prenha e queremos evitar que aconteça de novo. Castração ameniza risco de tumor e outras doenças também”, alerta.

Outro que fez questão de estar presente junto a este mutirão foi o prefeito de São Brás do Suaçuí, Elias Ribeiro. Para ele, “nesta como em outras cidades, temos um grande número de cães abandonados e com isso tem causado transtornos, além, é claro, da questão de saúde pública. Este primeiro evento de castração de cães e gatos via CODAP no município foi um sucesso. Importante reforçar que foram efetuadas 65 castrações em três dias. Houve realmente uma grande mobilização de nós, organizadores, e adesão dos demais moradores da cidade.

Elias Ribeiro foi quem levou de volta São Brás do Suaçuí para o Codap, por acreditar na força do associativismo e aposta exatamente neste fator como capaz de resolver este problema em questão. “Este é, de fato, é um problema regional e com certeza precisa urgentemente ser resolvido de forma regionalizada. E diante disso avalio e afirmo que a melhor solução para resolver esses problemas e muitos outros é através de consórcios públicos. Em São Brás do Suaçuí, sempre aparecem cães abandonados por moradores de outros lugares. Inclusive, tenho fotos com a placa de veículos soltando cães aqui à noite, às quais serão encaminhadas aos órgãos competentes, para que essas pessoas sejam responsabilizadas”, promete o prefeito, que demonstra todo seu reconhecimento por cada uma das partes envolvidas neste programa: “Deixo aqui meus sinceros agradecimentos ao deputado estadual, Glaycon Franco, pela doação do Castramovel ao Codap, que será de grande importância para os municípios. Parabenizo e agradeço o trabalho eficiente dos profissionais da Clinica Veterinária São Francisco, do pessoal do consórcio, dos voluntários que estão trabalhando para constituírem a Ong Anjos de Quatro Patas, a todos os servidores da nossa Administração, voluntários e moradores, que acreditaram nesta iniciativa, que está só começando. Parabéns!!!”.

Professora e vereadora em 2º mandato, Neiva Maria trabalha, atua em conjunto com outros voluntários para que São Brás do Suaçuí possa contar, em breve, com uma ONG cuidadora de animais, que, antes mesmo do registro oficial, já foi batizada de Anjos de Quatro Patas. Ela lembra que reivindica há anos um programa de castração de animais de pequeno porte para São Brás e região, portanto contribuiu para que fosse viabilizado o Castramóvel Regional. “Este é um trabalho desafiador que requer muita consistência, apoio, além de conscientização e sensibilização dos moradores das cidades. Agradeço aos voluntários que abraçaram a causa, à prefeitura e seus servidores em nome do prefeito Elias Ribeiro, aos dirigentes do Codap, ao deputado Glaycon Franco que viabilizou a aquisição deste veículo, ao CRMV que aprovou o projeto, às ONG’s registradas ou em vias de se registrarem, aos profissionais e estudantes de Veterinária e à população em geral. Todos participaram e se envolveram de forma carinhosa e responsável nestes três dias de trabalhos em favor de cães e gatos em São Brás. Enquanto vereadora e cidadã, estou pronta para seguir somando forças com todos os apoiadores desta nobre causa”.

Uma das voluntárias que trabalham para a criação, em um futuro breve, da Ong Anjos de Quatro Patas, Maria Aparecida Dias Pereira deu sua enorme parcela de contribuição para o sucesso desta empreitada. Ela lembra que esta foi a segunda vez que um castramóvel foi a São Brás. O primeiro foi um de Juiz de Fora, em 2017. “Esta primeira experiência com o serviço disponibilizado pelo Codap foi um divisor de águas. Todos os envolvidos demonstraram um profissionalismo muito alto, sejam voluntários e o pessoal da ONG, prefeitura e do Codap. Aprendemos muito nesta troca. Este trabalho realmente precisa de uma soma de esforços. As Ong’s são muito importantes, mas precisam da parceria de municípios, associações e dos moradores, para que apareça o resultado. Fiquei muito feliz com o envolvimento do prefeito Elias, sua equipe e toda a força-tarefa montada para cuidar do credenciamento, das cirurgias, do pré e do pós-operatório. Tenho de agradecer por ter podido participar deste trabalho. Me pediram para colaborar nas atividades de Entre Rios de Minas e vou colaborar sim. Tudo o que pudermos, iremos fazer com esta equipe muito boa. Agora com esse apoio do Codap, aí a gente ganhou muita força, foi show de bola”, diz entusiasmada.

A voluntária afirmou que ficou muito satisteita ao saber que o Codap haviar contratado a equipe da Clínica São Francisco para a prestação deste serviço, porque, é nela que seus 12 animais são tratados periodicamente, pela confiança que tem naquela empresa.

“Sugerimos a Neiva Maria Ferreira de Oliveira, uma das responsáveis por estarmos criando a ONG Anjos de Quatro Patas. Ela é uma guerreira da defesa pelos animais, nesta missão. Precisamos agora investir em um trabalho para conscientizar a população, porque ainda há muitas situações negativas relacionadas a animais. Esta campanha educativa nas escolas, que faz parte do programa do Castramóvel, será de grande importância para o futuro, porque novos valores serão interiorizados e ninguém mais tira isso delas durante a vida. Termino lembrando que, na Bíblia, nunca achei a citação de que uma vida vale mais que a outra. Somos defensores dos animais e traremos tantos outros para esta causa”, garante.

Sequência a da programação

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Novembro:

– Entre Rios de Minas nos dias 18, 19 e 20 de Novembro.

– Caranaíba nos dias 25, 26 e 27 de Novembro

Dezembro:

Cristiano Otoni, Ouro Branco e Brumadinho.

Na sequência, virão outras cidades consorciadas.

* Após o evento o veículo continua no município por 48h para seguir as exigências do CRMV e atender algum possível caso de intercorrência.

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *