Atrasos de repasses agravam crise financeira dos municípios; ano letivo em Ouro Branco começa somente dia 18

Entra governo e sai governo, a reclamação dos prefeitos são as mesmas. Na tarde dessa terça-feira, dia 22, prefeitos membros da Associação dos Municípios do Alto Paraopeba e Piranga (Amalpa) se reuniram na sede na Amalpa em Conselheiro Lafaiete para definir as ações frente as dificuldades financeiras devido aos atrasos nos repasses do Governo do Estado.

Prefeitos reclamam de atrasos em repasses comprometem os serviços

Prefeitos foram acompanhados de secretários municipais e alguns representantes das Secretarias de Educação e do Governo de suas cidades. Durante a reunião os participantes expuseram a grave situação financeira enfrentada pelos Municípios devido à falta de regularidade nos repasses do Governo Estadual. Cada representante detalhou o plano de ação de sua cidade para o Volta às Aulas e apontaram que a situação é muito complicada. Cada cidade definiu a data de início do Ano Letivo em sua cidade.

Ouro Branco

Os 4.600 alunos da Rede Pública Municipal de Ouro Branco retornarão às salas de aula a partir da segunda-feira, dia18 de fevereiro de 2019. A decisão da Prefeitura se deve a falta de regularização dos repasses por parte do Governo Estadual. Estão em atraso o repasse de vários recursos, entre eles, o Fundeb e o Transporte Escolar. A Secretaria Municipal de Educação informou que o Calendário 2019 contará com 200 dias letivos, sem prejuízo aos alunos. Mais informações na Secretaria Municipal de Educação 3938-1170.

 

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *